.

.

domingo, 17 de abril de 2016

Coluna: dez curtinhas

- Liderança do Partido Socialista Brasileiro (PSB) na Câmara Federal voltaram a manifestar posição favorável ao prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

- Vereadora moralista de cidade paraibana teria recebido R$ 50.000,00 de criminoso para gastar em campanha eleitoral de 2012.

- Coordenador de transportes de secretaria de infraestrutura teria recebido cheque de R$ 100.000,00 de delator e entregue a um ex-prefeito corrupto para comprar votos em campanha.

- Dono de posto de combustíveis anda apavorado se informação vazar sobre troca de cheque para financiar campanha de usurpadora.

- Diretor de importante órgão estadual tem filho fora do casamento e esposa vive à medicação controlada.

- Familiares descobrem que vereador falsificou documentos de assessor e se apropriou indevidamente de a$$e$$oria durante longos anos.

- Justiça “senta” em cima de processo de político que estuprou menor dentro de gabinete de Câmara de Vereadores na Paraíba (avô clama por justiça em vídeo).

- Empresa “ganha” licitação para prestar serviço de reparo, mas na verdade fez acordo de apoio político para receber dívida de antecessor e divisão de pró-labore.

- “Mesmo sabendo que somos culpados, não podemos julgar nossos laranjas”, havia digo chefe tribal.

- Tido como homem de confiança e patente de Primeiro Ministro, o “Chanceler” teria tentado por duas oportunidades contra sua própria vida em âmbito carcerário.


- “O pau que bate em Chico, batem em Francisco”.

Por PJ Barreto