.

sábado, 23 de julho de 2016

Governador Ricardo Coutinho anuncia apoio à candidatura de Samara Guedes no município de Aguiar

O Governador Ricardo Coutinho (PSB), anunciou apoio à candidatura de Samara Guedes (PPL) que irá disputar a prefeitura de Aguiar no Vale do Piancó.
Durante plenária do PSB na última sexta-feira (23) na cidade de Itaporanga, o presidente estadual da legenda Edivaldo Rosas anunciou oficialmente a decisão do governador Ricardo Coutinho.
O PSB e PPL fará coligação na majoritária como também na proporcional. Informações também apontam que o presidente do PSB local Dr. Leonardo Cabral recebeu ultimato sobre a sua posição política, caso contrario será destituído do comando da legenda no município de Aguiar.
De acordo com informações, tudo indica que os cargos do Governo Estadual terá o comando do partido recém aliado, no caso o PPL.
Portal Sousa

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Puro Sangue: governador vem a Cajazeiras participar da convenção do (PSB) e trará nome do ativista cultural Rivelino Martins como vice de Denise

Após o entrevero entre o chefe do executivo estadual e o atual vice-prefeito de Cajazeiras, Junior Araújo (PTB), nomes como o da Vereadora Léa Silva (DEM), do Vereador Nilsinho (PDT), do empresário “Tico Miudezas” (PSB), do empresário e professor universitário aposentado José Antônio de Albuquerque (DEM), estiveram estampando as principais páginas de sites e blogs e manchetes em programas radiofônicos da cidade e região nas últimas semanas e, agora, na reta final das escolhas é a vez de figurar como possível nome que estará ao lado da prefeita Denise na chapa de situação, o ativista cultural Rivelino Martins, presidente municipal do Partido Socialista Brasileiro, o (PSB).

Fontes ligadas umbilicalmente ao socialista sertanejo – bem como, pessoas próximas do governador Ricardo Coutinho - já dão como certo o nome de Rivelino como pré-candidato a vice-prefeito de Cajazeiras. Martins ia pleitear uma cadeira na Câmara Municipal, com chances reais de vitória, mas deverá atender ao pedido do seu amigo, Ricardo Coutinho.

Por terem se mantido reféns do governador nos últimos três anos e meio de gestão, tanto a prefeita Denise, como seu esposo, o ex-prefeito Carlos Antônio, ambos, não tiveram o poder de comandar as negociações e alianças para a escolha de um vice, ou até mesmo pela permanência de Júnior Araújo como vice-prefeito, cabendo ao governador apontar a direção dos destinos políticos da “Terra do Padre Rolim”, nas trincheiras situacionistas.

Em contato com parlamentares ligados à gestão, há quem diga que essa interferência de RC, nas negociações do nome do vice é de certa forma – uma imposição dura, um tiro no pé e poderá trazer consequências irrevogáveis e prejuízos políticos ao grupo liderado pelo ex-prefeito Carlos Antônio, que deve estar engolindo a seco os comandos do governador.

Ricardo Coutinho virá a Cajazeiras e trará o nome do candidato a vice-prefeito para apresentar na convenção no dia (05) de agosto próximo.


Da redação

Cubanos vão embora: Governo admite fim do “mais médicos”

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou nesta quinta (21), em entrevista à Folha, que o programa Mais Médicos é “provisório”, uma vez que, na organização dos serviços de saúde, cabe aos municípios a responsabilidade de contratar os médicos, e não ao governo federal.
A afirmação contraria a posição de ministros anteriores da gestão da presidente afastada Dilma Rousseff, para os quais o programa, inicialmente temporário, “veio para ficar” e poderia continuar até depois de 2026, quando terminam as metas para formação de novos médicos.
Barros não estipulou prazo para o final do programa, mas afirmou que o pacto federativo determina que é de competência dos municípios a execução do sistema de atenção básica de saúde. “São eles que deveriam contratar os médicos. Mas temos 2.500 municípios que só têm médicos do Mais Médicos.”

cristalvox.com

Hotel Tambaú poderá ir a leilão em novembro

O julgamento do recurso ocorrerá no Tribunal Regional Federal da 5ª Região

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB), através de decisão da 1ª Vara Federal, incluiu o Hotel Tambaú na lista do próximo leilão unificado, previsto para ocorrer em 10 e 24 de novembro. O motivo é uma dívida no valor de R$ 158.462,48 débito atualizado em (1º/08/2014), decorrente de honorários advocatícios em ações judiciais, a ser paga à União.

Para evitar que o bem seja penhorado, a Companhia Tropical de Hotéis (Hotel Tambaú) interpôs, no mês de abril, recurso contra a decisão proferida em primeiro grau pelo juiz federal João Pereira de Andrade Filho, da 1ª Vara Federal, que negou o pedido de extinção da dívida. O julgamento, pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), deverá ocorrer até a data marcada para o leilão unificado da Justiça Federal na Paraíba.

Na avaliação realizada em 2014, o Hotel estava valendo mais de R$ 212 milhões, o que motivou a empresa proprietária do Hotel Tambaú a questionar o bem posto à penhora, por ser infinitamente maior ao débito. O magistrado, em primeiro grau, afirmou que “embora o imóvel penhorado tenha sido avaliado em montante muito superior à dívida, a empresa nem efetuou o pagamento da dívida e nem requereu a substituição do bem da penhora em valor suficiente à quitação do débito, conforme determina o Código de Processo Civil”.


Seção de Comunicação Social

Justiça Federal na Paraíba

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Elemento volta atacar moradores da Zona Rural de Cajazeiras

Foi no último dia (19), que um elemento de porte avantajado, barbudo, negro, mais ou menos 48 anos – foi visto tentando esganar uma moradora do Sítio Catolé dos Marcelinos, por sorte a mulher que sofre de problemas de fala ainda esboçou reação, sendo a mesma jogada pelo referido homem pela ação ter chamado atenção de vizinhos.

De acordo com populares residentes nas imediações do Sítio Catolé – diversos são os arrombamentos e furtos nas residências nos últimos meses. Situação vem aterrorizando as comunidades rurais adjacentes. Após o acusado fugir pela mata tomando rumo ignorado, a Polícia Militar foi chamada, fez diligências pelas imediações, porém, até o momento sem êxito.

Com pavor e medo que aconteça o pior, os moradores estão recolhidos as suas residências logo cedo - evitando que algo venha acontecer.

Há quem diga que o homem que está atacando as comunidades rurais em Cajazeiras, pode ser o mesmo que cometeu o duplo homicídio contra o jovem Rafael da Silva Sá, de 22 anos e sua mãe, Maria Berenice de Sá, de 54 anos (há época), em circunstância ocorrida na noite dia (19) de setembro de 2015, no Sítio Papa-Mel, caso ainda sem solução, pois, o principal suspeito se encontra foragido – ele é conhecido por “Damião Farofa”. 

Quem tiver informações sobre o caso, ou o principal suspeito ligue para a Polícia Civil (197) e (83) 3531.2948, ou para a Polícia Militar (190).


Da redação

Oposição em Carrapateira terá chapa com Dedé Pereira e João de Ceará

O grupo da oposição do município de Carrapateira deu a volta por cima e terá uma chapa forte para disputar a eleição municipal de 2016. Em declarações ao Radar Sertanejo, na última quarta-feira (20), o ex-prefeito Dedé Pereira (PR) afirmou que está pronto para concorrer o pleito eleitoral.
Dedé disse à redação de notícias do site, em João Pessoa, que a chapa já está formada com ele como pré-candidato a prefeito e o atual presidente da Câmara Municipal, João de Ceará, pré-candidato a vice-prefeito.
– Eu tenho problema com a Justiça, mas como não foi transitado em julgado minha assessoria jurídica não vê impedimento para o meu registro de candidatura. Declarou.
A oposição tem o apoio de cinco partidos políticos, do ex-prefeito Antônio Galdino, do presidente da Câmara e do vereador Clériston. Prefeito por dois mandatos, "Dedé Moral", como é chamado na cidade, tem a simpatia natural do povão e sempre foi querido pela população. É reconhecido até pela situação como um nome muito forte para disputar a sucessão municipal.
Sobre a data da convenção ainda será agendada.

Radar Sertanejo

Mulher Melão aparece toda coberta de camisinha para campanha

Renata Frisson, a Mulher Melão, posou para uma campanha coberta por camisinhas para falar sobre a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. As fotos, divulgadas pela assessoria de imprensa da gata, mostram a funkeira sensualizando e falando sobre o cuidado que as mulheres têm que ter na hora do sexo.
“Tenho percebido que muita gente não leva a sério a epidemia da AIDS e doenças sexualmente transmissíveis. Isso existe e tem que ser combatido! Sexo gostoso tem que ser seguro, não dá pra acordar no dia seguinte com a sensação de culpa por não ter se protegido. Isso é cafona! Mulher destruidora é aquela que sabe se prevenir e ao seu parceiro!”, afirmou Mulher Melão por meio da assessoria de imprensa.
“Sexo é bom, maravilhoso, mas tem que se cuidar, tem que ser seguro. Por isso resolvi fazer essa campanha começando por esse ensaio fotográfico. Vou fazer a minha parte, na vida é assim, se cada um se preocupar com o caminho que o mundo está trilhando e fizer a sua parte podemos mudar a nossa história e das futuras gerações”, disse Melão por meio da assessoria de imprensa.
Bol

quarta-feira, 20 de julho de 2016

TSE divulga limites de gastos de campanha e contratação de pessoal nas Eleições 2016

Foram publicadas no Diário de Justiça Eletrônico do Tribunal Superior Eleitoral (DJe/TSE) as tabelas atualizadas com os limites de gastos de campanha e de contratação de pessoal nas Eleições Municipais de 2016, conforme previsto na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97). 
Após a publicação dos valores preliminares de gastos de campanha, o TSE atualizou os valores de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de acordo com o parágrafo 2º, art. 2º, da Resolução TSE nº 23.459/2015.
O índice de atualização dos limites máximos de gastos foi de 33,7612367688657%, que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2012 a junho de 2016. Para os municípios de até 10 mil eleitores e com valores fixos de gastos de R$ 100 mil para prefeito e R$ 10 mil para vereador, o índice de atualização aplicado foi de 8,03905753097063%, que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2015 a junho de 2016, visto que esses valores fixos foram criados com a promulgação da Lei nº 13.165/2015 (Reforma Eleitoral 2015).
A respeito da fixação dos limites de gastos, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, destaca que a Justiça Eleitoral e a sociedade terão importante papel na fiscalização da aplicação dos recursos eleitorais. "Nós não dispomos de fiscais na Justiça Eleitoral para dar atenção a todos eles [gastos]. A própria sociedade terá que fiscalizar. E como a disputa é muito acirrada, já que as disputas em municípios são, às vezes, mais acirradas que as nacionais, então é provável que haja ânimo de violar a legislação, especialmente na ausência de uma fiscalização mais visível. Por isso, a própria comunidade terá que se incumbir dessa tarefa”, afirma.
O presidente do TSE também faz um alerta sobre a possibilidade de crescimento no número de casos de caixa 2 nas Eleições 2016, uma vez que, em muitos municípios, os valores que poderão ser gastos serão bem menores do que no último pleito. “Se de fato houver apropriação de recursos ilícitos em montantes significativos, pode ser que esses recursos venham para a eleição na forma de caixa 2, ou mesmo disfarçada na forma de caixa 1, porque o que vamos ter? Vamos ter doações de pessoas físicas. Pode ser que recursos sejam dados a essas pessoas para que elas façam doações aos partidos políticos, ou aos candidatos. Isso precisa ser olhado com muita cautela”, pontua o ministro Gilmar Mendes.
Limites para contratação de pessoal
A Reforma Eleitoral 2015 também estipulou limites quantitativos para a contratação direta ou terceirizada de pessoal para prestação de serviços referentes a atividades de militância e mobilização de rua nas campanhas eleitorais, em consonância com o art. 36 da Resolução TSE nº 23.463/1995.
Segundo a Lei das Eleições (Lei n° 9.504/1997), em seu art. 100-A, parágrafo 6º, para fins de verificação dos limites quantitativos de contratação de pessoal não são incluídos: a militância não remunerada; pessoal contratado para apoio administrativo e operacional; fiscais e delegados credenciados para trabalhar nas eleições; e advogados dos candidatos ou dos partidos e das coligações.

Leia também:

Partidos podem realizar convenções para escolher candidatos a partir de hoje (20)

TSE disponibiliza Sistema de Prestação de Contas Eleitorais hoje (20)


LC/TC

Chica Motta e a filha Ilana sentem cheiro de prisão. Ouça a conversa!

A anomalia chama a atenção porque envolve a prefeita de uma cidade de porte médio da Paraíba, e Patos não merece pelo que está passando, uma escândalo que poderá levar a ex-deputada Chica Motta (PMDB) a prisão. O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um inquérito civil para apurar atos de improbidade administrativa, que fora praticado por ela e familiares.
Conforme noticiado nesta terça-feira (19), a ação recebe a assinatura do procurador federal João Rafael com base em novos grampos telefônicos na segunda fase da operação denominada “Desumanidade”. O batismo vem a calhar com o que está sendo investigado, pois a suposta roubalheira atinge, principalmente, a população carente de Patos.
Chica Motta, como se sabe, não é candidata a reeleição. Parece pressentir o que poderá aconteceu nos próximos dias, depois do pedido de prisão anunciado pelo MPF. Pega além da prefeita, os integrantes do clã dos “Motta”. A ação foi movida com base em grampos telefônicos. Coisa de estarrecer qualquer um, quando se imagina que isso não acontece.
De acordo com os informes, além da manipulação de licitações para desvio de recursos federais no âmbito da Prefeitura de Patos, a perseguição política a quem ousa denunciar as práticas de corrupção dentro do grupo político. Desta vez, tudo começou em São José de Espinharas, administrado por Renê Trigueiro Caroca.
Conta-se que lá, o taxista Arcádio Queiroz de Medeiros que denunciou o esquema ao Ministério Público Federal contra a prefeita foi vítima de uma trama que, para lograr êxito, precisava que tivesse a ajuda da prefeita de Patos, Chica Motta. Se o malfeito for comprovado, o que deverá ocorrer por conta dos áudios à disposição do procurador João Rafael, a situação poderá se complicar ainda mais para o lado dos “Motta”.
Na petição do MPF, o escárnio da ação dos supostos envolvidos: “Diante das denúncias apresentadas por Arcádio, Renê Trigueiro Caroca resolveu arquitetar uma estratégia para prejudicar, intimidar e silenciar o denunciante. Como Arcádio Queiroz era titular de uma concessão de transportes alternativos emitida pela Prefeitura de Patos, Renê valeu-se da grande influência que possui na gestão da referida prefeitura para, em conluio com a gestora e com servidores do município, cassar a concessão titularizada pelo representante das representações que Arcádio subscreveu, bem como revelam o estratagema utilizados pelo promovidos para dar aparência de legalidade ao ato praticado”.
No diálogo, de acordo com o procurador João Rafael, “Ilanna Motta e Francisca (Chica) Motta telefonam para Damião, lotado no departamento jurídico do Setor de Transportes de Patos. IIanna e Francisca Motta determinam que Damião e Marcos, chefe da repartição, façam o ‘negócio’, o que se trata, na verdade, da cassação do alvará de transporte de Arcádio Queiroz.
pbagora com marconeferreira.com

Operação Cardeiro: Justiça Federal expede mandados de prisão e de busca e apreensão

A Justiça Federal na Paraíba, através da 11ª Vara em Monteiro (PB), expediu dois mandados de prisão preventiva, sete de condução coercitiva, dez de busca e apreensão, três afastamentos de funções públicas, além de medidas de sequestro de bens, na Operação Cardeiro, que visa apurar possíveis desvios de recursos públicos, fraudes em licitações e falsidade ideológica na Prefeitura Municipal de Princesa Isabel, no Sertão da Paraíba.

Deflagrada na manhã de terça-feira (19/07), em ação conjunta do Ministério Público Federal em Monteiro (MPF/PB), Polícia Federal (PF) e Controladoria Geral da União (CGU), a Operação cumpriu mandados nas cidades de João Pessoa, Princesa Isabel e no estado de Pernambuco.

Para a decisão, o Juiz Federal Rodrigo Maia da Fonte destacou a necessidade da colheita de provas, visto que há a suspeita de desvio de recursos públicos federais repassados pelo Ministério da Saúde, por meio do Fundo Nacional de Saúde, no montante de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais), decorrente de procedimentos licitatórios para construções de quatro unidades básicas de saúde e um Centro Especializado de Reabilitação, no município de Princesa Isabel/PB.

Seção de Comunicação Social

Justiça Federal na Paraíba

terça-feira, 19 de julho de 2016

Felipe Teles terá apoio do deputado Jeová Campos em João Pessoa

Pré-candidato a vereador vai ter o apoio do deputado estadual Jeová Campos. Vitor Campos, filho de Jeová, representou seu pai no ato de lançamento da pré-candidatura.

O pré-candidato a vereador de João Pessoa pelo  PTdoB, Felipe Teles vai contar com um nome de peso da política paraibana para sua postulação de uma das vagas da Câmara Municipal da capital. Trata-se do deputado estadual Jeová Campos (PSB). Impossibilitado de comparecer ao evento de lançamento da pré-candidatura, em função de compromissos no sertão, o parlamentar foi representado, na ocasião pelo seu filho Vitor Campos.

Felipe fez um discurso focando as razões que o levaram a disputar uma das vagas de vereador da capital e aproveitou o momento para reiterar seu apoio a candidatura da socialista Cida Ramos, a Prefeitura de João Pessoa. “Coloco meu nome na disputa certo de que tenho muito a contribuir com essa cidade e neste contexto espero que a nossa futura prefeita seja a companheira Cida Ramos. Ela na Prefeitura e eu na Câmara vamos fazer muito por essa cidade”, disse Teles.

O deputado Jeová Campos enalteceu a capacidade de Felipe Teles justificando seu apoio à pré-candidatura. “Felipe reúne todas as qualidades de um bom político é coerente, tem capacidade de aglutinação, é inteligente, tem um projeto político bem definido e apesar de jovem já tem alguma experiência”, disse Jeová.

Assessoria

PSOL anuncia convenção e mais um partido na frente de esquerda na Capital

Em meio as grandes contradições da conjuntura atual e da necessidade de reafirmação das bandeiras da esquerda brasileira, da democracia, da liberdade, dos direitos, do socialismo, de pensar João Pessoa em sua integralidade, focando-nos as que mais precisam, é ampliada a Frente de Esquerda, o Raiz Movimento Cidadanista deliberou por caminhar lado a lado com PSOL, PCR e PSTU nas eleições 2016.

João Pessoa já tem a maior Frente de Esquerda da sua história, atendendo os anseios de muitos/as que buscam uma alternativa também no processo eleitoral. A Frente ainda pode ser ampliada caso o PCB resolva compor com os outros quatro partidos.

O Programa de Governo que vem sendo construído é resultado de rodas temáticas com a militância partidária e dos movimentos sociais, Programa esse que não será conclusivo com o documento entregue ao TRE, pois o debate seguirá durante o processo eleitoral, aprimorando as alternativas para nossa cidade.

É essa aliança, construída com base em princípios, de alinhamento na construção de alternativas para João Pessoa, sem conchavos antecipando segundo turno ou mesmo composição de futuros governos, que permite ao PSOL ser o primeiro partido a realizar sua Convenção Eleitoral, agendada para o dia 21 de julho de 2016, às 18h30, no Auditório da Central de Aulas da UFPB.

Tárcio Teixeira
Presidente do PSOL/PB 

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Estudantes fazem reivindicação por água em São José de Piranhas

Um grupo de estudantes decidiu realizar uma mobilização pacífica, na manhã de segunda-feira (18), para reivindicar uma solução urgente para o problema da água na cidade de São José de Piranhas. Com baldes vazios, garrafas pet's e cartazes eles interditaram a rodovia PB-400, na entrada da cidade, por volta de 9h da manhã.
O objetivo da reivindicação é sensibilizar as instituições governamentais para agilizar a implantação de uma adutora de engate rápido da barragem da transposição do Rio São Francisco, na região de Boa Vista, para a cidade de São José de Piranhas.
Além do problema com a escassez água, os moradores também reclamaram da má qualidade do produto que por enquanto ainda está jorrando nas torneiras de forma racionada, embora a Cagepa já tenha explicado que está fazendo o possível para aproveitar o pouco de água suja que no momento ainda resta no açude que abastece a cidade.
Ainda sobre a adutora, no início deste mês o governador Ricardo Coutinho afirmou que está sendo aguardada uma decisão do Tribunal de Contas da União sobre a autorização de créditos extraordinários para inclusão da adutora de São José de Piranhas.
A Câmara de vereadores também tem se empenhado para procurar alternativas junto à Cagepa, Ministério Público, Exército, CDRM e Secretaria de Recursos Hídricos do Estado. Também intermediou uma Audiência Pública, mas a questão depende agora dos governos estadual e federal.
O movimento de hoje intitulado nas redes sociais de “adutora já” tinha o intuito de ganhar adeptos de outros segmentos da população, mas apenas estudantes predominaram em sua grande maioria.
Radar Sertanejo

Elmo volta usar redes sociais e pede perdão ao povo de Cajazeiras por ter pedido votos para Denise Albuquerque

Ainda repercute em Cajazeiras a exoneração do líder comunitário do bairro Cristo Rei, Elmo Lacerda, publicada no Diário Oficial do Estado do último dia (12) de julho. Desde que tomou conhecimento do fato, Elmo tem bombardeado as lideranças situacionistas da cidade, às quais, culpa pelo seu afastamento do cargo de Articulador do Orçamento Democrático na região.

E os principais alvos de Elmo, tem sido o presidente municipal do PSB (Partido Socialista Brasileiro) Rivelino Martins e, o ex-prefeito de Cajazeiras Carlos Antônio Araújo de Oliveira (DEM) que foi batizado pelo líder comunitário de “Coronel Saruê”.

As redes sociais tem sido o principal canal para as críticas de Lacerda que não tem economizado nos desabafos. Num deles, Elmo pediu perdão à população por ter ido as ruas pedir voto para os que estão no poder e, que segundo ele, o perseguiram.

Mais uma vez, ele fez questão de destacar que estava deixando o cargo com dignidade, sem desviar recursos, sem ser condenado e, com ficha limpa.


Elmo que é filiado ao PSB e que chegou a anunciar sua pré-candidatura após derrota na eleição para presidente da Associação Comunitária do Cristo Rei, não poderá disputar o pleito deste ano, por ter sido exonerado fora do prazo de desincompatibilização.

Com blogdofurao