sábado, 31 de março de 2018

Via Sacra no morro do Cristo Rei em Cajazeiras aconteceu na última Sexta-Feira Santa


Fiéis das paróquias de Nossa Senhora da Piedade e Sagrada Família participaram da tradicional Via Sacra, do morro do Cristo Rei em Cajazeiras na última Sexta- Feira Santa (30).

A Via Sacra teve início às 6:30, percorrendo as ruas da cidade onde famílias prepararam altares para as realizações das estações.

A multidão acompanhou com cânticos e orações além até Catedral de Nossa Senhora da Piedade. A procissão foi concluída com a bênção.


Com Ângelo Lima

Facebook sabe até para quem você liga ou manda sms


O Facebook está em meio a um escândalo sobre o uso indevido dos dados de 50 milhões de usuários. Enquanto isso, vamos descobrindo melhor quais informações a rede social guarda (e repassa) sobre a gente.

Desde as polêmicas, muitos internautas ficaram surpresos ao descobrirem que o Facebook sabe até o histórico de ligações e mensagens, de meses ou até anos atrás. De acordo com o UOL, os registros apontam a data e o horário da ligação, dizem se o telefonema foi completado, o tempo de duração e, até mesmo, o nome e número do contato.

Um internauta da Nova Zelândia, Dylan McKay, parece ter sido um dos primeiros a denunciar este armazenamento de dados. “Fiz o download dos meus dados do Facebook em um arquivo ZIP. De alguma forma, ele tem todo o meu histórico de chamadas com a mãe do meu parceiro”, escreveu.

Caso queira saber todos os dados que o Facebook guarda de você, saiba que é possível baixar estas informações (veja como aqui)


No Minuto

Prefeito Luciano Cartaxo acompanha Procissão do Senhor Morto no Centro da Capital


Assim como faz há mais de vinte anos, o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, reservou à tarde da última Sexta-feira Santa (30), para acompanhar a Procissão do Senhor Morto pelas ruas do Centro Histórico de João Pessoa. Vivendo o fim da Quaresma, o gestor seguiu o cortejo ao lado de centenas de fieis que se concentraram na Catedral Basílica Nossa Senhora das Neves para acompanhar a Celebração da Paixão e morte de Jesus Cristo e destacou o momento de oração e renovação da fé cristã.

“A Sexta-feira da Paixão é um dia de muita reflexão, de se renovar na fé em Cristo, aguardando o domingo, um dia especial e de celebração na vida de todos nós cristãos. Acompanho todos os anos a Procissão do Senhor Morto para fortalecer a fé neste momento de oração, de discernimento, pedindo que Deus nos ilumine, abençoe e nos dê força para seguir seus ensinamentos e sua prática no dia a dia”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

A Celebração, comandada pelo arcebispo da Paraíba, Dom Delson, teve início por volta das 15h, na Catedral Basílica. Em sua liturgia, ele destacou a paixão e morte de Cristo, sua entrega e superação da dor, trazendo esperança para todos. Às 16h30, foi dado início ao cortejo pelas ruas do Centro de João Pessoa. A Sexta-feira Santa é a data em que os cristãos lembram o julgamento, paixão, crucificação, morte e sepultamento de Jesus.

O cortejo que acompanhou a imagem de Nossa Senhora velando o Senhor Morto partiu da Catedral, no Centro Histórico. A multidão seguiu até a Praça João Pessoa e retornou em direção à Igreja de Nossa Senhora do Carmo. O prefeito foi à procissão, acompanhado da primeira-dama, Maísa Cartaxo, e do irmão Lucélio Cartaxo com a esposa, Romeika Cartaxo.



Assessoria

sexta-feira, 30 de março de 2018

Joaquim Barbosa deve se filiar ao PSB na próxima semana


Ex-presidente do STF é cogitado como candidato ao Planalto

As especulações sobre a possível candidatura de Joaquim Barbosa ao Palácio do Planalto ganharam força nesta semana. Isso porque o ex-ministro Supremo Tribunal Federal (STF) teria acertado sua filiação ao PSB, em reunião com o presidente da sigla, Carlos Siqueira. 

A oficialização deve ocorrer nos próximos dias, já que a janela para filiação partidária se encerra no dia 7 de abril.

A candidatura de Barbosa à presidência é defendida por grande parte da bancada do PSB na Câmara. No entanto, o nome ex-ministro é rejeitado por alas mais à esquerda no partido.

De acordo com a última pesquisa Datafolha, Joaquim Barbosa registra de 3% a 5% da preferência do eleitorado. No levantamento, o jurista está à frente de pré-candidatos já oficializados, como Manuela D’Ávila (PC do B) e Guilherme Boulos (PSOL).


Reportagem, João Paulo Machado

quinta-feira, 29 de março de 2018

Deputado destina emenda para urbanização da Travessa Joaquim Costa


Através de requerimento da Vereadora Léa Silva (DEM), na Câmara Municipal de Cajazeiras, junto ao deputado federal Efraim Filho (DEM), solicitando a alocação de recursos destinados às obras de urbanização do canal da Travessa Joaquim Costa no Centro de Cajazeiras, a parlamentar recebeu a informação que foi colocada no orçamento do Ministério do Turismo a emenda n° 24490019, de autoria do referido deputado, disponibilizando recursos no valor de R$ 250 mil para atender a solicitação.

A informação do deputado Efraim Filho foi comemorada pela Vereadora Léa Silva, que disse que esta é uma reivindicação antiga dos moradores da Travessa Joaquim Costa que está precisando urgentemente dessa urbanização.


Com ClickCZ

O que pensam os presidenciáveis sobre prisão após 2ª instância


Levantamento realizado pelo ‘Estadão’ aponta sete presidenciáveis favoráveis à prisão. Outros quatro, todos de esquerda, criticam essa possibilidade

Em entrevista nesta semana ao programa Roda Viva, da ‘TV Cultura’, o juiz Sérgio Moro afirmou que a população deve cobrar o posicionamento dos "candidatos à presidência" sobre a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância.

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), como Marco Aurélio Mello, cobram que o assunto seja reavaliado pela Corte, que em 2016, considerou possível o cumprimento de pena após decisão colegiada. A questão ganhou mais destaque nas últimas semanas por conta do julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pautado no STF para o dia 4 de abril. Dependendo da decisão, o Supremo abre precedente para que seja alterado o entendimento sobre quando podem ser feitas as prisões.

Caso o STF reavalie sua posição, Moro defendeu a aprovação de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que insira o entendimento pela prisão após condenação por órgão colegiado.

Diante das discussões, o jornal ‘O Estado de S. Paulo’ realizou um levantamento com pré-candidatos ao Planalto, questionando o posicionamento de cada um sobre o assunto. Ao todo, sete presidenciáveis se disseram favoráveis à prisão depois do julgamento em segunda instância. Outros quatro, todos de partidos de esquerda, criticaram essa possibilidade. Dois não quiseram opinar sobre o assunto e um não foi encontrado.

Entre os que defendem a execução de pena após segunda instância, estão Rodrigo Maia (DEM), Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede), Flávio Rocha (PRB), João Amoêdo (Novo), Jair Bolsonaro (PSL) e Álvaro Dias (Podemos). Se posicionaram contra esse entendimento, Ciro Gomes (PDT), Manuela D'ávila (PCdoB) e Guilherme Boulos (PSOL).

O presidente Michel Temer, que se colocou como pré-candidato à reeleição, e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também presidenciável, não quiseram opinar sobre o assunto. O ex-presidente Fernando Collor (PTC) não foi encontrado.


Reportagem, João Paulo Machado

quarta-feira, 28 de março de 2018

Júnior aguarda definição de Denise e Carlos Antônio para anunciar seu deputado federal

O pré-candidato a deputado estadual, Júnior Araújo (Avante), pouco aborda nas suas entrevistas o nome que irá apoiar para deputado federal. Com a indefinição da ex-prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque (PSB), que está mais perto desistir da pré-candidatura do que enfrentá-la, Júnior espera com calma o posicionamento também do ex-secretário estadual Carlos Antônio (DEM), para anunciar o seu candidato.

A “dobradinha” o ajudaria no sentido de captar mais votos em outras cidades e complementar sua votação, analisou um comentarista político. Em contrapartida, ele prestaria apoio em Cajazeiras com os seis vereadores. Como já antecipado o nome mais forte que se apresenta é o de Efraim Filho (DEM). O democrata já tem a simpatia e o apoio da Vereadora Léa Silva e de Moacir Meneses, ambos filiados ao DEM.

Correndo por fora, Damião Feliciano (PDT), passa a ser a segunda opção, mas com Lígia Feliciano como governadora, as coisas se inverteriam completamente. A terceira opção seria Wilson Filho (PTB).

Existe também a possibilidade da famosa divisão de votos para dois deputados federais. Um receberia o apoio dos seis vereadores e o outro candidato teria o apoio de Carlos, Denise e Júnior Araújo.

Só saberemos depois do dia 07 de abril.


Com informações de Gilberto Lira

SINFUMC – Comunicado aos associados e interessados à classe sindical


Ainda que o prefeito cajazeirense tenha tentado silenciar o SINFUMC e os professores, buscando por meio da Justiça medidas para impedir as paralisações, cujos, fundamentos apresentados foram: Já está pagando o Piso Salarial e que serviços essenciais da educação estariam sendo prejudicados (tudo inverdade e falso sentimento de preocupação com os alunos, já que veiculou em algumas emissoras de rádio local, que os professores poderiam parar todos os dias, pois, já estava formado e aposentado e não teria nenhum prejuízo). 

Os professores vão as ruas numa grandiosa demonstração de cidadania e respeito aos alunos das escolas públicas municipais, depois de cumprirem com suas obrigações em sala de aula.

PISO SALARIAL É LEI, ASSIM COMO LEI É O PCCR.

Portanto, enquanto o gestor insistir em descumprir as leis e retirar os direitos dos professores, este Sindicato e os Professores da Prefeitura Municipal de Cajazeiras, NÃO SILENCIARÃO E, TAMPOUCO, SERÃO SILENCIADOS COM AMEAÇAS E FALSAS ACUSAÇÕES.


Assessoria

terça-feira, 27 de março de 2018

HUJB firma convênio para oferecer estágios a alunos do IFPB


Cursos como informática e automação industrial devem ser carros-chefes

Na manhã desta terça-feira (27), a superintendente do Hospital Universitário Júlio Bandeira, Mônica Paulino, junto ao gerente administrativo Marcelo Pinheiro, assinou contrato para abertura de vagas de estágios aos estudantes do Instituto Federal da Paraíba (IFPB) campus Cajazeiras. Após a assinatura do documento, os gestores conheceram as instalações do instituto.

“A nossa intenção não é apenas ofertar estágios, mas principalmente promover uma troca de conhecimentos/experiência entre as instituições. Essa parceria será excelente para estreitarmos os vínculos, o que resultará em ganho para toda a população”, explica Mônica Paulino. A quantidade de vagas inicialmente previstas e os cursos contemplados ainda serão ajustados entre os gestores.

De acordo com o coordenador da Unidade Acadêmica da Área de Indústria do IFPB, Abinadabe Andrade, a principal demanda deve ser para os estudantes dos cursos de tecnólogo em automação industrial e informática (integrado ao Ensino Médio). “Nós estamos felizes com essa parceria, visto que muitos alunos concluem o curso e não conseguem realizar estágio. Além de que, em muitos casos, os estágios são em cidades distantes de Cajazeiras, o que inviabiliza para deles”, contou.

De acordo com o coordenador de estágio do IFPB em Cajazeiras, Emerson Lunguinho, a parceria será muito importante porque abre um campo novo para os estudantes, principalmente àqueles que cursam Eletromecânica e Automação Industrial. O número de vagas para estágio no HUJB ainda vai ser definido, no entanto, Lunguinho antecipou que pelo menos dois alunos de cada curso serão beneficiados nesse período inicial.

Atualmente, o campus Cajazeiras oferece cursos de nível superior (Automação Industrial, duas licenciaturas, Engenharia Civil e Análise e Desenvolvimento de Sistemas), além daqueles integrados ao Ensino Médio, que são Meio Ambiente, Eletromecânica, Informática e Edificações.

A função do estágio é oferecer aos aprendizes o conhecimento prático das funções profissionais, e possibilita um contato empírico com as matérias teóricas vistas em sala de aula. O estágio de estudantes é regido pela Lei nº 11.788, de setembro de 2008 e não configura relação de emprego. Ainda que não possuam os direitos trabalhistas, os estagiários possuem alguns direitos como carga horária prefixada e, seguro contra acidentes.


Assessoria

Após goleada histórica, Brasil reencontra Alemanha em amistoso


Será o primeiro jogo entre as duas seleções desde a semifinal da Copa do Mundo de 2014

Depois de bater a Rússia com tranquilidade, o Brasil terá que superar um trauma para enfrentar o próximo adversário, na preparação para a Copa da Rússia.

A narração de Galvão Bueno, na TV Globo, abre uma ferida nos brasileiros, que até hoje se lembram daquela goleada histórica. Quatro anos se passaram desde 2014. De possível candidato a ficar fora da Copa, o Brasil passou a favorito ao título mundial. E a reconstrução brasileira tem nome e sobrenome: Adenor Leonardo Bacchi, o técnico Tite.

Na tarde desta terça-feira (27), a Seleção Brasileira reencontra a Alemanha, maior algoz em Copas do Mundo. O time terá força máxima, com a exceção de Neymar, que se recupera de lesão. Do lado alemão, o técnico Joachim Löw já anunciou que colocará em campo um time misto, sem estrelas como Özil e Müller.

O Brasil deve ir à campo com Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo no sistema defensivo. Casemiro, Fernandinho e Paulinho formam o meio-campo, enquanto William, Coutinho e Gabriel Jesus jogam mais avançados no ataque. O lateral Daniel Alves será o capitão no duelo. A bola rola a partir quinze para as quatro da tarde, horário de Brasília.


Raphael Costa

Encontro de militantes do PSB em Cajazeiras mostra força das pré-candidaturas de João, Gervásio e Jeová Campos


“Foi uma noite linda, fantástica, onde pudemos sentir o entusiasmo do povo, ter a verdadeira percepção de que as pessoas entenderam que o nosso mandato merece ser renovado, que precisamos ter na Câmara Federal um político comprometido com a Paraíba e no comando do governo do estado alguém que possa dar continuidade as ações que colocaram a Paraíba no caminho do progresso e desenvolvimento”, disse o deputado Jeová Campos, logo após o encerramento do encontro que reuniu militantes do PSB e lideranças políticas de partidos aliados de vários municípios do sertão paraibano, na noite da segunda-feira (26), na sede da AABB, em Cajazeiras.

Jeová, que pretende disputar novo mandato na ALPB chegou a sede do clube acompanhado do presidente da ALPB e pré-candidato a deputado federal, Gervásio Maia Filho, em seguida, eles recepcionaram, o secretário de Recursos Hídricos e Meio Ambiente do Estado e pré-candidato ao governo nas próximas eleições, João Azevedo (PSB). Juntos, os três se dirigiram a mesa de autoridades sendo no caminho muito abraçados pela militância e lideranças políticas da região que lotaram a sede da AABB, fazendo uma grande festa, que mostrou a força das pré-candidaturas em questão.

Em sua fala, Gervásio Maia Filho fez um contraponto entre os desmandos do governo federal frente ao equilíbrio do atual governo da Paraíba, ressaltando a importância do eleitor estar atento não apenas as propostas, mas ao histórico dos candidatos. Em seguida, falou João Azevedo que fez um breve relato dos avanços do governo estadual, com ênfase nas áreas de educação, saúde e infraestrutura, mostrando indicadores que apontam que a Paraíba está muito melhor. Em seu discurso, João Azevedo criticou a sua proibição de participar das plenárias do orçamento democrático, lembrando que a tese de que ele não pode porque é pré-candidato não se sustenta em função do prazo de descompatibilização não ter sido esgotado e também pelo fato dele fazer isso há oito anos.

“Estou muito feliz pois atingimos nosso objetivo que era o de reunir a militância para estreitar a relação dos prefeitos, vereadores, suplentes e lideranças políticas e comunitárias da região com nossa pré-candidatura e as de João Azevedo (governo estadual) e Gervásio Maia (Câmara Federal)”, disse Jeová, que criticou fortemente a decisão monocrática de um membro do Tribunal Regional Eleitoral de proibir João Azevedo de participar das plenárias do OD, reiterou que eleições sem Lula é outro golpe na democracia brasileira, lembrou das lutas de seu mandato, enalteceu os avanços do governo do PSB na Paraíba e encerrou seu discurso agradecendo a presença de toda a militância. “Essa noite foi memorável. Saio daqui quase sem voz, mas com o coração cheio de alegria”, finalizou Jeová.


Assessoria

segunda-feira, 26 de março de 2018

Em Matinhas, Lucélio participa de encontro com Rômulo, Ludgério e prefeitos da região


Nome que tem ganhado musculatura nas discussões sobre a sucessão ao Governo do Estado, Lucélio Cartaxo participou, no último domingo (25), de um encontro político com o presidente estadual do PSD, o deputado federal Rômulo Gouveia, junto com o deputado Manoel Ludgério, em Matinhas. Na ocasião, Cartaxo também se reuniu com a prefeita do município, Fátima Silva, durante a comemoração do aniversário do seu esposo, Aluísio Silva.

Para Manoel Ludgério, a decisão de Luciano Cartaxo permanecer à frente da gestão em João Pessoa deixou um espaço que pode ser ocupado por um nome que se alinhe ao modelo de gestão que vem pondo em prática na Capital, mas que tem reflexo em todo estado. “Lucélio é um grande quadro na política paraibana. Além da experiência como gestor, já foi testado nas urnas. Não tenho duvidas que uma composição entre as duas maiores cidades do Estado (João Pessoa e Campina Grande) consolida um grupo forte e competitivo”, disse.

Rômulo Gouveia, que também já havia indicado o nome de Lucélio para integrar a chapa majoritária, disse que o gestor é representante de uma nova forma de fazer política, que dialoga com a população para alcançar resultados. “Lucélio tem experiência e envergadura para fazer a Paraíba avançar no trilho certo. Sempre o coloquei como um dos quadros mais competentes do estado”, disse o deputado federal.

Além de lideranças locais, como o vice-prefeito Felipe Moura, e do presidente da Câmara, Josenildo Bernardo (Ino), também estiveram no evento o prefeito de Alagoa Nova, Aquino – e lideranças do município, a prefeita de Barra de Santana, Cacilda Andrade, além vereadores mais bem votados de Araruna (Caio Ludgério, Rodolfo Cordeiro e Pepeta), vereadores de Lagoa de Roça, e forças políticas de Boqueirão.


Assessoria

Ao enaltecer trabalho de Lira, prefeito do PSB destaca: “A parceria de Sobrado com o senador está selada”


Em uma entrevista bem descontraída com o prefeito George Coelho (PSB), do município de Sobrado, quando foi lhe questionado sobre como vem superando a crise político-econômica que o país vem passando, ele destacou que o braço direito dos prefeitos paraibanos é o senador Raimundo Lira (MDB).

Para o prefeito, neste momento de crise nacional, que afeta principalmente os municípios, é preciso se dar as mãos e, neste sentido, Lira tem sido um amigo dos prefeitos. “Eu avalio o mandato de Lira como muito positivo e municipalista. 

Ele tem feito o possível e o impossível pelos prefeitos brasileiros, em especial os paraibanos. O que ele faz (em Brasília) gera benefícios para a nação”, disse o gestor, lembrando que tudo hoje começa pelos municípios.

Em virtude desse comportamento do senador, o prefeito destacou que a parceria Lira-George Coelho em Sobrado, nestas eleições, está selada. “A parceria de Sobrado com o senador está selada, politicamente e administrativamente, pois é uma pessoa que tem feito pela cidade e vai fazer muito mais”, disse.

Confira o depoimento completo do prefeito no link: https://youtu.be/x8NEhRoXPCM



Assessoria

PSOL Segue Debate Programático e Anuncia filiação de Importantes Militantes da Cultura


Nesta segunda-feira (26/03) o PSOL Paraíba realiza seu 9º debate programático. Desta vez, além do foco na pauta da Cultura para Paraíba, também será realizado ato de filiação de militantes da cultura. Entre os/as novos filiados/as estão: Escurinho, vocalista e percussionista conhecido do público paraibano; Ian Valentin, homem trans e DJ; Andréa Gisele, militante cultural e também do movimento negro; e José Jofran, ativista cultural com raízes no sertão paraibano.

O debate programático sobre Políticas Culturais para Paraíba, que será parte da construção do Programa de Governo da pré-candidatura de Tárcio Teixeira pelo PSOL, será realizado às 18h30 na Budega Arte Café (Rua Arthut Américo Cantalice, 197, Bancários, próximo a Escola Aruanda).

No último sábado o PSOL Paraíba debateu Educação e teve como debatedor/a Fernando Abath (Professor da UFPB), Áurea Augusta (Professora da Rede Municipal de João Pessoa), Nelson Junior (Presidente da ADUEPB) e Valdir Lima (Professor da Rede Municipal de Santa Rita).

O presidente da legenda no estado, o Pré-candidato ao Governo da Paraíba Tárcio Teixeira, entende que esse é o melhor momento vivido pelo PSOL Paraíba, segundo ele, além dos nove temas já trabalhados e do debate de cultura programado para esta segunda, “ainda restam outros 12 temas para serem debatidos, todos eles, assim como temos feito até aqui, envolvendo pessoas que não tem necessariamente relação de filiação com o PSOL, mas claro que nos alegra nesse debate de cultura, além de avançar em nosso Programa de Governo, ter a alegria de filiar importantes militantes da cultura, esta será a eleição do PSOL”.


Tárcio Teixeira
Presidente do PSOL/PB
Pré-candidato ao Governo da Paraíba - Eleições 2018
Candidato ao Governo da Paraíba em 2014
Membro da Direção Nacional do PSOL (2015/2017)
Membro da Comissão Nacional de Ética do PSOL (2012/2015)
Presidente Conselho Regional de Serviço Social da Paraíba (CRESS/PB- 2011/2016)
Oi - 87735730 / Tim - 96177517
www.tarcioteixeira.com
Twitter: @tarcioteixeira
www.youtube.com/tarciohteixeira

Trote Solidário levou cidadania as crianças da LBV em João Pessoa


A ação promove o despertar do aluno do curso de medicina da FAMENE à solidariedade

O Núcleo de Pesquisa e Extensão Acadêmicas (Nupea) das Faculdades Novas Esperança com o apoio de dezenas de alunos do 1º período de Medicina da Famene, promoveram o Trote Solidário com as crianças, adolescentes e idosos assistidos pelos programas socioeducacionais da Legião da Boa Vontade -- LBV. A ação é promover a integração dos novos alunos em um ambiente de amor e o cuidado como próximo.

As atividades desenvolvidas foram o futsal, dança, desenho, pintura de rosto, oficina de artes e música, e ainda, a oficina de culinária bastante procurada pelas crianças e adolescentes da instituição, que aprenderam a fazer biscoitos caseiros e se deliciaram com os mesmos. O menino Danilo Brandão, 11 anos, disse que as brincadeiras estavam muito divertidas. “Foi muito legal e divertida as brincadeiras, joguei futebol, pega-pega, entre outras atividades”.

A idosa Maria de Lurdes Santos, 68 anos, que integra o programa Vida Plena, da LBV, foi uma das que mais aproveitou das atividades oferecidas pelo Trote Solidário da Famene. “Tenho 68 anos, dancei, pulei e brinquei muito. Sou muito feliz em estar na LBV que nos proporciona essa felicidade”, declarou.

A secretária geral das Faculdades Novas Esperança, Carolina Santiago, ressalta a importância da atividade desenvolvida pelos alunos. “Ações como essas aos assistidos pela LBV em João Pessoa, não só estimula a humanização como desperta o amor e o cuidado ao próximo, tão essenciais para quem trabalha com a área da saúde”, declara a secretária da instituição de ensino.

A assistente social da LBV, Janielen Cavalcante, comentou que as atividades desenvolvidas pelos alunos de medicina proporcionaram a interatividade, a socialização e as potencialidades de cada pequenino assistido pela Legião da Boa Vontade.

Cada criança e adolescente da instituição foram presenteadas com brinquedos, arrecadados pelos próprios alunos do 1º período de medicina da faculdade.

A ação foi criada em 2012, e tem o intuito de estimular a criatividade, o senso crítico e solidariedade dos alunos de medicina da Famene, deixando-os longe da violência gratuita e brincadeiras de mau gosto. O local do evento foi à sede do Centro Comunitário de Assistência Social da LBV, localizado na Rua das Trincheiras, 703 - no Bairro de Jaguaribe.


Vânia Besse
Relacionamento Institucional/Comunicação LBV
Regional Recife/PE
(81) 3413.8607 - 999190989 -992327081 (whatsap)

sábado, 24 de março de 2018

Informes e deliberações do SINFUMC juntamente com a Comissão de Mobilização Piso é Lei


1. Conforme orientações do Dr. Francinaldo, o SINFUMC ainda não foi citado, oficialmente, da decisão do TJPB, o que significa dizer que o DOCUMENTO EXPEDITO PELO PREFEITO NÃO TEM RESPALDO LEGAL PARA IMPEDIR QUE ACONTEÇA A PARALISAÇÃO NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA, ficando assim, mantida a deliberação da assembléia em PARALISAR NO referido dia.

2. Caso o SINFUMC receba a CITAÇÃO OFICIAL POR PARTE DA JUSTIÇA, E SOMENTE DA JUSTIÇA, em data e horário que anteceda a PARALISAÇÃO DA PRÓXIMA TERÇA, os professores retomarão suas atividades até as 17hs e, em seguida, irão se concentrar na Praça das Oiticicas para proceder o ato de adesivagem.

3. Serão mantidas e intensificadas as postagens nas redes sociais. No entanto, pedimos que todos se detenham as publicações e postagens encaminhadas pela Comissão de Mobilização, como forma de padronizarmos as mesmas e, não desviarmos dos nossos objetivos ou darmos quaisquer conotações políticas. A ideia é todos nós falarmos uma mesma língua.

4. Sugerimos que os companheiros não só curtam ou compartilhem as postagens e publicações, mas também teçam comentários e convoquem seus amigos do em face de ajudarem a multiplicar as mesmas.

5. Informamos que, além da petição já protocolada junto a Justiça Comum (a qual estamos aguardando decisão judicial, mas que poderá haver uma demora, tendo em vista que, a douta juíza que irá julgar não ser a titular da 4ª Vara onde o processo tramita), o advogado do SINFUMC, Dr. Francinaldo, também entrará com um MANDADO DE SEGURANÇA, como mais uma medida judicial, objetivando que esta ação judicial, por ventura, seja julgada com maior celeridade já que o julgador é titular da Vara onde será protocolada.


SINFUMC E COMISSÃO DE MOBILIZAÇÃO PISO É LEI.

sexta-feira, 23 de março de 2018

Sem Neymar, Brasil encara Rússia nesta sexta (23) em Moscou


Thiago Silva, Willian e Douglas Costa estão entre os titulares

A três meses da Copa do Mundo, a seleção brasileira entra em campo ainda com vagas a serem preenchidas. A equipe comandada pelo técnico Tite terá confronto nesta sexta-feira (23) contra a Rússia, em Moscou. O duelo será no estádio que receberá o jogo de abertura do Mundial. Esse será o primeiro de quatro amistosos que o Brasil tem antes da Copa. Os outros adversários serão Alemanha, Croácia e Áustria.

O atacante Neymar é desfalque certo, já que ainda se recupera da cirurgia que fez no pé direito. O técnico Tite vai aproveitar a ausência do camisa 10 para testar novas formações. Os titulares que devem ir a campo têm novidades. 

O time deve ter Alisson no gol, escolhido para ser o capitão no duelo, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo na zaga. No meio de campo, Casemiro, Paulinho e Coutinho. Willian, Douglas Costa e Gabriel Jesus formam o trio de ataque. A partida começa a partir de uma da tarde, horário de Brasília.

Agência do Rádio - Raphael Costa

Audiência Pública promovida pela ALPB e CMJP debaterá segurança pública no Brasil e políticas sobre drogas


A Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente em conjunto com a Comissão de Administração, Serviço Público e Segurança da Assembleia Legislativa e em parceria com a Câmara Municipal de João Pessoa promoverá, nesta sexta-feira (23), uma Audiência Pública. Em pauta, o debate sobre “A segurança pública no Brasil e políticas sobre drogas: o que fazer?”. A audiência, que contará com a participação do Desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Siro Darlan de Oliveira, como palestrante, acontecerá no Plenário da CMJP, a partir das 9h.

A violência, destaca o deputado estadual e presidente da Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da ALPB, Jeová Campos, acontece desde o início dos tempos, porém suas formas foram evoluindo, se aprimorando e se diversificando. “As causas da violência são associadas, em parte, a problemas sociais como miséria, fome, desemprego. Mas, nem todos os tipos de criminalidade derivam das condições econômicas”, afirma o parlamentar, lembrando que esse é um assunto que precisa ser aprofundado. “Eu entendo que é necessário que a ALPB enfrente a discussão deste tema porque ele interessa a toda a sociedade”, afirma Jeová, que reitera a participação do magistrado Siro Darlan como um diferencial do evento.

De acordo com o parlamentar, o desembargador Siro Darlan trará relevantes informações sobre o tema que será debatido, haja vista o diferencial de atuação e os relevantes serviços prestados por ele, na condição de desembargador, ao Poder Judiciário Brasileiro. “Siro é um paraibano que nunca esqueceu suas origens,  tem assento efetivo na 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, desde 22 de novembro de 2004 e é Membro da Associação Juízes para a Democracia, e suas decisões, pela sua coragem e correição,  tem feito história na magistratura brasileira. Ele é um profundo conhecedor desta temática e com certeza nos trará considerações importantes sobre ela”, afirma Jeová.

Sobre Siro Darlan

Siro Darlan é formado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, desde 1975, Pós-graduado em Metodologia do Ensino Superior, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, tem  Curso de Especialização em Direito Penal e Processual Penal, é pós-graduado em Direito da Comunicação, pela Universidade de Coimbra, Portugal, e  iniciou sua carreira na magistratura, como Juiz de 1ª instância, na Comarca de Silva Jardim, no Rio de Janeiro, em junho de 1982 onde permaneceu até o mês de julho de 1984. Durante a sua carreira de magistrado, exerceu vários cargos e participou de inúmeras atividades, além de lecionar em renomadas instituições de ensino superior.



Assessoria

Efraim Filho articula posse de concursados do BNB


O deputado Efraim Filho (DEM/PB) juntamente com o deputado Moses Rodrigues (PMDB/CE) manifestaram apoio à comitiva de aprovados, mas ainda não convocados para o concurso do Banco Nacional do Nordeste (BNB) em reunião com o presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira.

“A causa é justa e vou me empenhar”, afirmou Efraim ao ser questionado sobre a necessidade de articulação com o presidente do BNB e com o Ministro do Planejamento para que eles tomem posse. 

Conforme a Cláusula 31º, do BNB – o banco se comprometeu em aumentar o seu quadro funcional em mais 1300 funcionários. Porém isto não aconteceu, o que tem trazido prejuízos aos aprovados. À época do lançamento do edital, a previsão para o cadastro reserva era de 680 aprovados.

O concurso foi realizado em junho de 2014, e vencerá em julho deste ano.

O BNB é um banco de fomento para a região Nordeste, além do Norte de Minas Gerais e o Norte do Espírito Santo, que objetiva a oferta de crédito à população destas regiões, para diminuir os efeitos da seca em suas economias.

A comitiva foi composta pelos concursados: Antônio Vinícius (PI), Claudino Filho (CE); Dennyson Dantas; Lucineide Vieira (CE); Marcos Antônio (RN); Ticiano Damasceno (CE); Viviane Alcântara (CE); Yago Ramalho (CE).


Assessoria

quinta-feira, 22 de março de 2018

TSE cassa governador e vice do Tocantins por abuso de poder econômico


O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (22), por 5 votos a 2, cassar o mandato do governador do Tocantins, Marcelo Miranda, e de sua vice, Cláudia Lelis, faltando poucos mais de nove meses para o fim do mandato.

Por 4 votos a 3, os ministros do TSE decidiram também pelo cumprimento imediato da medida, mesmo que a defesa dos políticos ainda possa entrar com embargos para recorrer contra a decisão.

Os políticos foram acusados pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) de abuso de poder econômico na campanha de 2014. Ambos teriam contraído um empréstimo supostamente fictício de R$ 1,5 milhão, feito pelo irmão de Miranda, mas os recursos foram destinados a abastecer caixa dois da campanha eleitoral do governador, segundo a denúncia.

O processo foi iniciado após a apreensão de R$ 500 mil em espécie em um avião na cidade de Piracanjuba (GO). A bordo, estavam também milhares de santinhos da campanha de Miranda.

Miranda e Cláudia Lélis acabaram absolvidos pelo Tribunal Regional Federal do Tocantins (TRF-TO), por ausência de provas, pois mensagens de WhatsApp colhidas nos celulares dos acusados teriam sido obtidas de forma ilegal.

O MPE recorreu ao TSE, que começou a julgar o caso em plenário em 28 de março do ano passado. Na ocasião, a relatora, a então ministra Luciana Lóssio, absolveu os acusados, por entender que não havia provas de que os recursos apreendidos seriam utilizados na campanha eleitoral. O julgamento acabou suspenso por pedido de vista do ministro Luiz Fux.

Nesta quinta-feira, ao retomar o caso, Fux afirmou que “há elementos sim, fortíssimos, de provimento” do recurso do MPE pela cassação, como “diversas ligações telefônicas captadas por intermédio de autorização judicial, minutos antes do flagrante delito”, referindo-se à apreensão na aeronave.

Votaram junto com Fux, pela cassação, os ministros Rosa Weber, Admar Gonzaga, Jorge Mussi e Luís Roberto Barroso. O ministro Napoleão Nunes Maia ficou vencido junto com a ministra-relatora, Luciana Lóssio, ao votar pela não cassação.

Em sustentação oral durante o julgamento, a defesa do governador e de sua vice insistiram que mensagens de WhatsApp usadas como prova foram obtidas de modo irregular, anulando a investigação. Os advogados também defenderam não haver provas de que os recursos apreendidos no avião eram destinados à campanha eleitoral.

A Agência Brasil entrou em contato com o governo do Tocantins para comentar o julgamento, mas ainda não obteve retorno.


Felipe Pontes - Agência Brasil

Atlético de Cajazeiras garante permanência e despacha Desportiva Guarabira à Segunda Divisão


Vice-campeã da Segunda Divisão do Paraibano ano passado, o clube do brejo foi derrotado pelo Atlético de Cajazeiras na noite da última quarta-feira (21), por 3 X 0, resultado que decretou seu rebaixamento no estadual de 2018.

A partida válida pela quinta rodada do quadrangular da morte aconteceu no Estádio Silvio Porto, em Guarabira, e começou às 21h15, e não às 20h30 como estava programado, devido ao apagão que atingiu vários estados do país.

Com a bola rolando, o time da casa não ofereceu muita resistência ao Trovão Azul. Logo aos 22 minutos, o time de Cajazeiras abriu o placar em cobrança de pênalti. Cleitinho foi para a marca da cal e mandou a bola para o fundo do gol.

Seis minutos mais tarde, o Atlético de Cajazeiras balançou as redes mais uma vez. O atacante Bruno recebeu na área, limpou a marcação e chutou para o gol. A bola desviou no montinho artilheiro e não deu chances para Marcão fazer a defesa.

Ainda antes do intervalo, aos 41 minutos, Bruno entrou na área e tocou para Alef só completar para dentro da meta, marcando o terceiro gol atleticano.

Com os três pontos somados, o Trovão Azul chegou a 10 pontos, se isolou na ponta da tabela e garantiu a permanência na elite do futebol do estado para a próxima temporada. No fim de semana o time cumpre tabela recebendo o Auto Esporte, no Perpetão. Enquanto isso, a Desportiva Guarabira, com a queda sacramentada, visita o Nacional de Patos, no Sertão do Estado. As duas partidas serão às 17hs do próximo domingo (25).


Paraíba Online

Vice–prefeita de Cachoeira usa redes sociais e explica rompimento com Alan Seixas – “fui escanteada de forma covarde”


A atual vice–prefeita do Município de Cachoeira dos Índios, Guia Domingos, popularmente conhecida por “Guia da Farmácia”, usou as redes sociais, para explicar sua decisão de romper politicamente com o prefeito Alan Seixas (PSB).

Em sua postagem, “Guia” alegou que o gestor municipal centraliza tudo; quem entra e sai da administração e, que ela mesma nunca teve oportunidade de participar ativamente da gestão de Cachoeira dos Índios.

Entre as declarações da vice-prefeita, “Guia da Farmácia” afirmou que está decepcionada e o povo também com a maneira que o prefeito Alan Seixas vem comandando administração municipal. ”Fui escanteada pelo prefeito e pelo grupo”, afirmou Guia Domingos.

Abaixo, as declarações da ex-aliada de Alan Seixas:

Com a palavra, a assessoria de comunicação do prefeito de Cachoeira dos Índios – Alan Seixas.


Da redação com Alberto Dias

Apagão no Norte e Nordeste foi causado por falha em linha


Também foram atingidos pelo corte automático de energia os consumidores nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil

Uma falha na linha de transmissão que conecta a hidrelétrica de Belo Monte ao sistema elétrico gerou um apagão de grandes proporções no Brasil nesta quarta-feira com maiores impactos no Norte e no Nordeste, mas com desligamentos registrados em todas as regiões do país.

O apagão teve início por volta de 15h40, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), e no Norte e Nordeste o fornecimento ainda não estava normalizado até o início da noite. Ficaram sem luz localidades do Amazonas, Alagoas, Pernambuco, Ceará, Sergipe, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Amapá, Pará, Maranhão, Bahia e Tocantins.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, disse que o chamado “linhão” que leva a energia de Belo Monte do Norte ao Nordeste “caiu” e deu início a problemas em série no sistema elétrico do país. “Essa linha foi inaugurada recentemente e vinha operando não na sua capacidade total. Houve uma subida de carga, que era condizente com o porte da linha, e a linha ‘saiu’ (de operação). Nós não temos ainda a informação oficial, o ONS está focado em restabelecer o fornecimento”, afirmou ele a jornalistas.

O linhão de Belo Monte começou a operar no final do ano passado e é de responsabilidade da estatal Eletrobras e da chinesa State Grid. As empresas não responderam de imediato a pedidos de comentário sobre o apagão.

O ONS já havia registrado no final de janeiro um blecaute com impactos em todas as regiões devido a um “desligamento automático” no linhão de Belo Monte, um empreendimento que utiliza uma tecnologia de ultra-alta tensão até então inédita no país. Em nota, a empresa Norte Energia informa que o apagão que atinge as regiões Norte e Nordeste do país não foi originado pela usina de Belo Monte. “A usina também foi afetada pela falha ocorrida.”

DISJUNTOR - Segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), o problema aconteceu especificamente no disjuntor da subestação de Xingu, que é responsável pelo escoamento de praticamente toda a geração da usina de Belo Monte. As causas da falha, que afetou mais de 70 milhões de pessoas, estão sendo apuradas e devem ser conhecidas em 10 a 15 dias.

De acordo com o diretor-geral da ONS, Luiz Eduardo Barata Ferreira, a falha provocou a separação dos subsistemas Norte e Nordeste. No Norte, que exporta energia para o Nordeste, o excesso de energia levou ao desligamento das usinas de geração, o que atrasou ainda mais a recomposição na região Nordeste, que hoje importa energia.

“Tivemos praticamente um colapso nessas duas regiões. Com 30 circuitos desligados. Apenas Acre, Roraima e Rondônia não foram afetados porque não estão ligados ao sistema integrado. Alguns circuitos do Sul e Sudeste também tiveram que ser desligados, mas por poucos minutos, já que havia energia suficiente no sistema para atender essas duas regiões”, resumiu o diretor-geral da ONS.

NO ESCURO - Segundo o ONS, o apagão desta quarta teve início por volta de 15h40, com o desligamento de 22,5% da carga de energia do sistema interligado brasileiro e impacto principalmente no Norte e no Nordeste.
O problema nessas regiões, no entanto, levou posteriormente um corte automático da energia também para consumidores nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, em cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

A queda de energia paralisou semáforos e também afetou a circulação de trens e metrôs. O comércio também teve que fechar mais cedo. De acordo com a Infraero, alguns aeroportos, como o de Salvador, sofreram com o apagão, mas a queda não afetou as operações de pouso e decolagem, pois os geradores de energia foram acionados.

Em Pernambuco, assim como no Ceará e na Bahia, o serviço de metrô foi afetado e os trens pararam, deixando milhares de passageiros sem transporte.

O diretor-geral do ONS, Luiz Eduardo Barata, afirmou que houve “praticamente um colapso” do sistema no Norte e Nordeste. Ele ressaltou, no entanto, que os impactos nas demais regiões do país foram menores e o restabelecimento aconteceu rapidamente.


Agência Brasil