...

...

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Coordenador do SAMU formado na Bolívia exerce profissão de médico em Cajazeiras de forma irregular, denuncia imprensa


O coordenador do Samu de Cajazeiras, o médico Marcio Catu, ainda não se pronunciou sobre as denúncias de irregularidades do seu registro junto ao Conselho Regional de Medicina.

Trabalhando há vários meses nos Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), o médico que é formado na Bolívia não teria autorização do Conselho Regional de Medicina para atuar no Brasil.

Quem também está calado e sem qualquer posição sobre o caso é o Secretário de Saúde do Município – Dr. Celso Nóbrega.

Informações dão conta, que o Prefeito Carlos Rafael já havia determinado a apuração da denúncia e antecipado a possível troca na coordenação do Samu de Cajazeiras.

O caso pode parar na Justiça.


Por Gilberto Lira
Paraíba Aqui 

Vereadora Léa Silva lança blog para divulgar suas ações


Bom dia meus queridos! Eu não poderia me ocultar do direito de explorar dos recursos tecnológicos e virtuais que estão sendo oferecidos. Depois do Facebook, agora estou criando meu Blog, espaço este, aonde poderei postar minhas ações como vereadora, meus projetos, minhas visões sobre o dia-a-dia da política e assim como os assuntos que são abordados diariamente nas rodas sociais.

Fotos, vídeos, requerimentos, matérias de jornais, artigos, enfim… Um espaço que divido com vocês que querem acompanhar passo a passo meu trabalho como parlamentar mirim.

Juntamente comigo tenho uma equipe trabalhando na manutenção deste blog me auxiliando a desenvolver o conteúdo que aqui será compartilhado.

Para acessar o blog é fácil…

http://www.vereadoraleasilva.blogspot.com.br/


Conto com os comentários e sugestões de vocês!

Ascom

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Vereador eleito pelo (PPL) em coligação do prefeito Carlos Rafael muda de grupo e declara votar em Nilsinho (PSD)



Eleito pelo grupo político do prefeito Carlos Rafael, o Vereador Neto da Vila Nova (PPL), declara em emissora de rádio — apoio ao Vereador Nilson Meireles Filho “Nilsinho” (PSD), para a Presidência da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Cajazeiras, parlamentar-mirim eleito por uma coligação aliada ao chefe do Executivo local.

De acordo com informações do próprio Neto, votar em Nilsinho é renovar a Câmara Municipal de Cajazeiras e com isso conseguir emplacar projeto para a Vila Nova, por se tratar de uma comunidade carente.

O Vereador Nilsinho foi um dos patrocinadores da campanha de Neto e, principal incentivador para que houvesse uma intervenção no PPL, pois com fuxico, que Neto não ia ter legenda, o líder comunitário se sentindo acuado “re$olveu” juntamente com o prefeito Carlos Rafael e o deputado estadual Vituriano de Abreu, a questão do PPL em Cajazeiras — e acabou migrando para o grupo político de situação e acabou voltando atrás, após ser eleito.

A posição política do Vereador Neto é no mínimo duvidosa, já a posição do Vereador Nilsinho é no mínimo mesquinha. Essa é a nossa opinião.

Escute abaixo o áudio do Vereador:


Da redação

Diretora comenta a crise na saúde municipal que tem sobrecarregado o Hospital Regional de Cajazeiras


Com salários atrasados, falta de médicos e consequentemente fechamento de Postos de Saúde da Família (PSF’s), o sistema de saúde municipal de Cajazeiras, que atende 15 cidades da região, está enfrentando uma das piores crises da sua história. O grave problema atingiu também outros órgãos municipais de saúde, como a Policlínica, que está com alguns setores parados, e o Instituto Materno-infantil Júlio Bandeira (IJB), o popular Hospital Infantil, que remunera seus médicos pediatras através de repasse da Prefeitura. Porém, sem o repasse, esses profissionais também pararam de atender e o Instituto não tem conseguido suprir sua demanda.

A crise que começou com o atraso no pagamento de salários, ganhou maiores proporções no início do processo de transição de governo municipal, após as eleições do dia 07 de outubro, e culminou com o fechamento dos postos. Esse efeito dominó acabou afetando também a principal casa de saúde da região, o Hospital Regional de Cajazeiras (HRC), que apesar de ser um órgão estadual voltado para casos de urgência e emergência, tem se desdobrado para atender esta parcela da população que está descoberta pelo Município. E foi para falar sobre esta situação que a diretora do HRC, a médica pediatra Emmanuelle Lira Cariry, participou na manhã desta terça-feira (30) do programa Linha de Frente, da Rádio Patamuté FM.
Emmanuelle Cariry revelou que o hospital praticamente dobrou o número de atendimentos desde que a crise foi instalada, passando de uma média de 4.000 atendimentos mensais para 7.000. Os gastos, por sua vez, também aumentaram bastante, de R$ 400.000,00 mensais (verba fixa enviada pela Secretaria de Estado da Saúde) para quase R$ 600.000,00. Segundo a diretora, com este aumento o HRC corre o risco de voltar a contrair dívidas com fornecedores, fato que não acontece desde que sua gestão se estabeleceu no início de 2011 e implantou um setor de compras mais organizado, dinâmico e comprometido.

Para a diretora do HRC, é justamente a falta de comprometimento da atual Prefeitura de Cajazeiras que agravou a situação da saúde municipal. Ela revelou que o prefeito nunca se comprometeu em assinar o novo protocolo de cooperação entre o Município e o Estado. Este protocolo estabelece um novo valor que a Prefeitura deve repassar para o HRC, substituindo o valor antigo que já está defasado. Segundo Emmanuelle Cariry, apenas Cajazeiras, entre os municípios da 9ª Gerência de Saúde, ainda não assinou o novo protocolo, e o que é pior: o secretário de Saúde sequer comparece às reuniões convocadas pela SES para discutir a situação, e não justifica as ausências.  O pacto para a instalação do Centro de Imagem, uma das principais reivindicações da sociedade cajazeirense, também não está sendo levado a sério pela gestão municipal. O Estado, por sua vez, tem cobrado a participação do Município nos acordos firmados, e estes descumprimentos podem até gerar ações na Justiça. 

Política x Saúde

A diretora do Hospital Regional de Cajazeiras observou que as cidades onde o prefeito atual foi derrotado nas eleições de outubro são as que apresentam maiores problemas, fato que pode indicar uma espécie de comportamento de retaliação política. Mais de 80% dos atendimentos de baixa complexidade realizados no HRC, ou seja, os que deveriam ocorrer nos postos de saúde, são da cidade de Cajazeiras, segundo ela.

Por outro lado, alguns dos principais médicos do HRC que haviam se afastado para as campanhas eleitorais já estão retornando às suas atividades normais para somar forças com o resto da equipe que tem se desdobrado para atender à sobrecarga que vem sofrendo o hospital. O ex-prefeito Carlos Antônio Araújo, que também é médico cirurgião do HRC, poderá trazer nos próximos dias mais um cirurgião e um anestesista para reforçar a equipe. A situação mais delicada fica por conta da maternidade, que perdeu os obstetras Bosco Fernandes, eleito prefeito de Uiraúna, e José Célio, eleito vice-prefeito de Sousa. A direção tem observado a melhor maneira de suprir seus plantões até que seja possível a contratação de novos profissionais da área.

Ao final da entrevista, Emmanuelle Cariry fez um apelo para que a população compreenda a dificuldade pela qual o Hospital Regional de Cajazeiras está passando para não deixar toda a população de 15 municípios completamente descoberta. Ela acredita que a partir do segundo mês da próxima gestão municipal a situação começa a voltar ao normal.

- Obviamente que não vou dizer para a populaça deixar de ir ao Hospital Regional porque estamos sobrecarregados. Isso não existe. O que peço é paciência, porque não é fácil realizar em um só lugar atendimentos que eram para estar sendo feitos em cerca de 30, 40 postos. Ao estabilizar a nova Prefeitura, certamente a partir de fevereiro, a situação vai voltar ao normal.

Assessoria/HRC

Vereador recém-eleito “ganha” carro zero para votar em candidato a presidente da Câmara



Informações de bastidores dão conta, que um Vereador recém-eleito em na região de Cajazeiras, já está usufruindo dos prazeres que o poder pode proporcionar, pois o referido, futuro parlamentar-mirim foi assediado desde quando pensava em ser candidato.

Passados exatos, (vinte e dois) dias do pleito de (7) de outubro, o rapaz é alvo de interesse de ao menos (três) candidatos, mas por “fidelidade”, e ajuda durante o decorrer da campanha, o cala-boca sacramentou e selou o pacto.

Há quem diga pelos corredores do Poder Legislativo da cidade, que um complôs está sendo feito, para um dos candidatos ficar de fora do páreo e, empresários estão patrocinando os acordos. É aguardar esses dois meses, porém a eleição da Mesa Diretora acontecerá em 1º de janeiro logo após a posse dos parlamentares.


Foto: (Apenas ilustrativa)
Da redação

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Acidente mata dois jovens na tarde deste domingo (28) próximo a cidade de Diamante no Sertão paraibano


Um acidente na tarde deste domingo (28) matou duas pessoas e deixou uma levemente ferida na PB-386, há 2 km da cidade de Diamante. Tudo indica que as duas vítimas naturais de Conceição-PB, sobraram na curva do açude Queiroz após saírem em alta velocidade da cidade de Diamante.
Os jovens que estavam em uma moto de alta cilindrada, colidiram fortemente com uma caminhonete L-200 conduzida por um bancário natural de Conceição que presta seus serviços na agência do Banco do Brasil de Itaporanga.

De acordo com a Polícia Militar, as causas do acidente serão de fáceis identificações. Os jovens tiveram morte instantânea, um deles ficou com várias fraturas expostas e o outro foi parar em cima do veículo.

Ainda de acordo com a PM, o condutor da caminhoneta não foi encontrado no local do acidente. O local foi isolado e os corpos aguardaram a perícia da Polícia Civil (PC) para serem levados ao IML de Patos e em seguida entregue as famílias.
Testemunhas disseram que o motorista da caminhoneta teve apenas ferimentos leves e resolveu evadir-se do local, para sua segurança. O local do acidente já foi cenário de vários acidentes com vitimas.


Fonte: Diamante Online

Eleição para nova diretoria da Associação de Capoeiras aconteceu nesse sábado (27)


Associação Comunitária de Moradores do Bairro Capoeiras em Cajazeiras publicou edital de convocação para escolha e formação de chapas, devidamente registrado em cartório no último dia (12), para eleição, que foi realizada na tarde do último sábado (27/10/2012), tendo apenas uma chapa inscrita.

A eleição daquele bairro elegeu seus novos diretores. São eles:

- Presidente: Jéssica Milene da Silva Costa
- Vice-Presidente: Catarina Nunes Rodrigues
- 1º Secretário: Edvaldo Félix da Costa
- 2º Secretário: Antônio Pereira
- 1º Tesoureiro: Erandi Apolinário
- 2º Tesoureiro: Ana Cristina Costa Vieira

CONSELHO FISCAL

Carmem de Abreu Santana
Francisco José de Sousa Santana
Maria Ilma Ramalho de Sá

SUPLENTES DO CONSELHO FISCAL

Francisco Ribeiro
Zeneide de Abreu
Fernanda Ribeiro.

Dos (quarenta e nove) associados aptos à escolha para a nova presidência, (trinta e quatro) associados compareceram e validaram todos os votos a favor da chapa acima mencionada. De acordo com o Estatuto da entidade o mandato é de (dois) anos e a diretoria eleita toma posse após contagem dos votos.

Da redação

domingo, 28 de outubro de 2012

Apropriação indevida; Prefeito de Cajazeiras confirma que recebeu recursos do Carnaval das mãos do secretário


Em debate realizado por um portal de notícias de Cajazeiras, na Câmara Municipal, na tarde de quinta-feira (27) de setembro de 2012, o prefeito Carlos Rafael após ser perguntado pelo ex-prefeito Carlos Antônio (DEM), declarou que o dinheiro arrecadado com a venda de mídias e publicidades, barracas, ambulantes, camarotes, etc… Estão em seu poder e, que os recursos recebidos foram aplicados, pagos e investidos no Carnaval.

Carlos Antônio pergunta – “Vossa Excelência tem que dá explicação se recebeu ou não recebeu os recursos. Que o seu secretário é réu confesso e, inclusive esse é um assunto público, isso não é um assunto de ordem pessoal. Que Vossa Excelência havia recebido esses recursos do secretário Júnior Terra. Então, simplesmente vai desmentir”? 

Abaixo veja o que Rafael declara no debate:


Carlos Rafael responde – “Os recursos que foram recebidos… Eu já disse e vou dizer que os balancetes e as comprovações vão ser efetuadas. Recebi porque sou prefeito. Não podia você receber porque você é o ex. Os recursos foram aplicados, foram pagos, foram investidos no Carnaval, foram gastos no Carnaval, porque a prestação de conta está inteira a disposição”…

Reveja abaixo as declarações do Secretário de Cultura:


Da redação Folha VIP de Cajazeiras

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

6º Batalhão da PM apreende armas na Zona Rural de Cajazeiras


Por volta das 16h00 do dia 25 de outubro (quinta), policiais da Radiopatrulha do 6º BPM, sob o comando do Tenente Edevaldo, realizaram diligência ao Sítio Almas, na cidade de Cajazeiras.

Com base em denúncia anônima, os militares se deslocaram até a residência de José Francisco de Sousa Neto (40 anos), apontado como sendo pai de um dos acusados do assalto ocorrido na cidade de Bom Jesus dois dias antes e de estar na posse ilegal de armas de fogo.

No sítio, os policiais militares encontraram uma espingarda calibre 12 Gauge e uma carabina calibre .38 SPL, material que juntamente com o acusado foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil.





JOÃO FLORINDO B. SEGUNDO - Capitão PM
Chefe da Seção de Comunicação Social e Marketing do 6º BPM

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Idoso é atropelado por motociclista na Avenida Joca Claudino em Cajazeiras


O popular conhecido por Manoel Valério, de 63 anos, caminhava pela Avenida Joca Claudino, na manhã dessa quinta-feira (25), sentido bairro/centro, quando uma motocicleta Honda CG, de cor azul, placa: MMY-6537, inscrição de Cajazeiras, que era pilotada pelo motorista Edson de Souza Rolim, residente no Sítio Boi Morto, nesta cidade, atropelou o popular acima mencionado.

De acordo com Edson, o idoso, possivelmente não ouviu a buzina da motocicleta, pois o mesmo, além de buzinar arriscou uma manobra para não atropelar, mas foi inevitável.

O SAMU fora acionado, se presente ao local e, iniciou os primeiros socorros à vítima, que se negava ser conduzido ao hospital. Após insistência dos policiais militares do Batalhão de Trânsito do 6º BPM, o Senhor Manoel Valério, que sofreu aparentemente leves escoriações pelo corpo e um corte na cabeça, foi encaminhado ao HRC.

Edson de Sousa Rolim, e sua motocicleta foram conduzidos à Delegacia de Polícia, para tomada das providências cabíveis.

Da redação

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Um ano sem água nas torneiras em Luiz Gomes/RN


Na próxima, segunda-feira(29), a cidade de Luís Gomes (452 de quilômetros de Natal) completa um ano sem água nas torneiras e bate um triste recorde no Estado.

O colapso no sistema de abastecimento teve início em outubro de 2011 quando secou o açude Dona Lulu Pinto, principal manancial do município, deixando toda a população à mercê de carros-pipa. A partir daí, deu-se início a uma corrida desesperada por água potável que gerou filas e bate bocas durante meses.

Só para se ter uma ideia nos últimos 12 meses, os governos Federal, estadual e municipal disponibilizam juntos cerca de 300 mil litros de água tratada por dia para atender à demanda da cidade. Sem contar com os carros particulares que abastecem as residências por um preço médio de R$ 20,00, uma caixa com mil litros.

Todo esse líquido é transportado em caminhões-pipa que viajam mais de 100 km — entre ida e volta — e circulam dia e noite distribuindo em diversos pontos os milhares de litros para suprir a necessidade dos mais de 2 mil lares.

Atualmente as cisternas comunitárias estão com o abastecimento regular. As filas, que antes geravam confusões, estão mais controladas e mais educadas.

Passado os momentos mais críticos, aqueles em que toda água chegada era pouca e parecia não render nas caixas, moradores das zonas urbana e rural convivem e se adaptam naturalmente a um dos mais longos períodos de estiagem que a serra de Luís Gomes já viu. Continue lendo...

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Fundação vencedora para realizar concurso em Cajazeiras já teve certame cancelado pelo MP do Maranhão


Por meio de pregão eletrônico, a Fundação Vale do Piauí fora o órgão definido para realização de um concurso público, que o prefeito Carlos Rafael quer fazer ao apagar das luzes. Derrotado nas urnas em (7) de outubro, Rafael e sua assessoria tenta iludir a população de Cajazeiras e região, ao anunciar o referido certame.

Um dos maiores FEITOS da administração de Rafael foi o cancelamento em (11) de janeiro de 2012 do concurso público da Prefeitura do Município de Cajazeiras, que deveria ser realizado entre os dias 12 e 19 de junho do ano passado, para 1.734 vagas. Cerca de 15 mil pessoas se inscreveram e aproximadamente R$ 380.000,00 (trezentos e oitenta mil reais) arrecadados. 

Os inscritos aguardam decisão do Ministério Público da Paraíba, num Inquérito Civil Público.

Notícia relacionada


O concurso para 264 vagas na Prefeitura de Rosário, situada a 70 km da capital São Luís, foi cancelado. O pedido de encerramento do concurso foi ajuizado em setembro pelo Ministério Público do Maranhão (MP-MA). A ação, assinada pela titular da primeira Promotoria de Justiça da Comarca de Rosário, Elizabeth Albuquerque de Sousa Mendonça, solicitava a suspensão imediata da seleção pública e a anulação da licitação que levou ao contrato da Fundação Vale do Piauí (Funvapi).

Os quase 10 mil inscritos poderão solicitar reembolso da taxa de inscrição. O exame, que estava agendado para realização no último dia 14 de outubro, tinha como objetivo o preenchimento de cargos como, médico, agente administrativo, agente de serviços gerais, professor, enfermeiro, dentista, entre outros, para funções permanentes do município.

A prefeitura divulgará, em breve, novo edital de licitação para escolha da empresa que será responsável pela organização do concurso, mas agora de acordo com as exigências do Ministério Público. Será mantido o número de vagas e cargos do concurso suspenso. A nova data para escolha da organizadora acontecerá no dia 11 de novembro.

O concurso público da prefeitura municipal de Cajazeiras anunciado pelo prefeito Carlos Rafael na semana passada, já tem empresa definida para aplicação das provas.

Da redação

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Abandono; popular denuncia que Maternidade Dr. Deodato Cartaxo não existe médico nem anestesista


O popular conhecido por Antônio, residente no Assentamento Valdecir Santiago, na Zona Rural de Cajazeiras, usou a imprensa na manhã dessa segunda-feira (22), para denunciar o total abandono, ao qual se encontra a Maternidade Dr. Deodato Cartaxo – no complexo do Hospital Regional de Cajazeiras.

O referido senhor se dirigiu aquela maternidade com uma gestante que é sua parente, para que a mesma, tivesse seu bebê, chegando à porta, um funcionário avisou a inexistência de médico e anestesista para atender a paciente, indicando a cidade de Pombal ou Patos.

Dispondo de pouca condição financeira, o Senhor Antônio foi para Pombal e, sua parente foi operada.

Com a palavra à Direção do Hospital Regional de Cajazeiras.

Da redação

domingo, 21 de outubro de 2012

Trem das Onze entrevista Dra. Denise, Carlos Antônio e Junior Araújo neste domingo (21) a partir das 11hs


A Prefeita eleita de Cajazeiras, Denise Oliveira (PSB), o vice-prefeito eleito, Júnior Araújo (PDT) e o ex-prefeito Carlos Antônio (DEM), serão os entrevistados deste domingo (21) do programa Trem das Onze pelas rádios Miramar FM (João Pessoa) e Alto Piranhas (Cajazeiras).

A campanha, os compromissos assumidos, as prioridades administrativas, a composição da Câmara Municipal, a formação do secretariado, a realização de concurso público, a eleição da Presidência do Poder Legislativo Municipal, entre outros assuntos, serão temas abordados durante a entrevista.

O Trem das Onze tem apresentação de Alberto Dias e Fernando Caldeira e, vai ao ar todos os domingos a partir das 11hs.

Fernando Caldeira

Realize seu sonho; Mais doze lotes à venda no Condomínio Chácaras Paraíso


Devido o grande sucesso de vendas, o empreendimento Chácaras Paraíso do empresário Nelson Dantas, disponibiliza mais doze lotes, para fechar suas vendas e, de acordo com Nelson, os lotes restantes podem ser adquiridos a partir de R$ 50,00 m2 (cinquenta reais) o metro quadrado.
Lotes de 2.080 m2 a 4.800 m2. Entrada de 20% divididos em (3) intermediárias, para 90/180 e 270 dias. O restante você paga em (30) trinta meses sem juros.

Ótima localização, asfalto até o condomínio, água, luz e toda infraestrutura e, o melhor você negocia direto com o proprietário. Maiores informações, galeria de fotos e detalhes, veja no site do empreendimento, http://www.chacarasparaiso.com.br/, ou (83) 9315.2242 com Nelson Dantas. Outros contatos: (83) 9996.8464/9106.1634 e o fixo 3531.4488.

Realize o sonho de sua família, adquira um lote, construa sua casa de campo e passe momentos felizes ao lado de quem você ama.

Não perca tempo, aproveite até o dia 31 de dezembro para investir em qualidade de vida. Compre um lote no Condomínio Chácaras Paraíso, a partir de:

- 2.080 m2 (oito lotes),

- 2.200 m2 (dois lotes),

- 4.560 m2 (um),

- 4.800 m2 (um).

Ascom

Vituriano culpa Léo pelo insucesso nas urnas; “Enquanto alguns ganhavam municípios eu perdia prefeitos”


O deputado Vituriano de Abreu (PSC) saiu enfraquecido do último pleito municipal e culpou a desistência de três prefeitos aliados nos municípios de Cajazeiras, Cachoeira dos Índios e Bom Jesus. Sem perceber, em entrevista na última quinta-feira (18), o parlamentar criticou o filho e ex-prefeito de Cajazeiras Léo Abreu, que em pleno exercício do mandato renunciou ao cargo, abriu vaga para o vice, Carlos Rafael e foi derrotado para a reeleição.

Contabilizando o resultado das urnas, Vituriano resolveu ‘centrar fogo’ no que ele chamou de fraqueza do filho. “Enquanto alguns ganhavam municípios eu perdia prefeitos. Vejamos bem em Cajazeiras. Meu filho renunciou sem explicação e até hoje, me deixou desarmado”, desabafou.

As críticas não pararam por ai e mais dois aliados políticos também receberam alfinetadas. “Em Bom Jesus, o prefeito Manoel renunciou, colocou substituto e eu tive que começar do zero. Em Cachoeira dos Índios a mesma coisa, só que foi meu primo que renunciou e me deixaram de mãos atadas. Um dia eles vão explicar o motivo. Foi um estrago nas bases. Fazer campanha sem as prefeituras fica muito difícil”, explicou o parlamentar.


PBAgora

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Por motivo banal vigilante é assassinado a facadas em Sousa, no Sertão paraibano


Um crime de morte foi registrado no Sertão paraibano na manhã dessa sexta-feira (19) por volta das 9hs30 no Núcleo Habitacional III, em Sousa, quando foi assassinado com dois golpes de faca-peixeira, o vigilante, Ivanildo Cavalcante Dias (foto), 28 anos, residente em Curitiba/PR.

O autor do homicídio é o agricultor, João Soares de Sousa, 45 anos, que também ficou ferido com um golpe de faca-peixeira no abdômen e pancadas pela região da face.

O vigilante Ivanildo Cavalcante Dias foi socorrido para o Hospital Santa Terezinha, apresentando duas perfurações de objeto cortante no tórax, que atingiu o fígado, pulmões e coração. Por não resistir, o jovem veio a falecer momento depois.

Já o autor do crime, João Soares de Sousa, 45 anos foi levado para o HRS, atendido, ele passa bem.

O BOPE, Choque, e guarnições da Polícia Militar estão para o Hospital Regional para concluir o procedimento em desfavor do acusado.

Informações iniciais dão conta, que o assassinato aconteceu, após a vítima chegar com sua família de Curitiba onde morava, e tomou conhecimento que o acusado tinha passado uma cerca por dentro de seu lote situado no Núcleo Habitacional III.

Acusado

Nesta manhã, o vigilante foi derrubar a referida cerca e, possivelmente teria havido um conflito entre acusado e vítima, o que resultou no homicídio.

ARREPENDIDO

O acusado declarou que está arrependido. A Polícia Militar conduziu o mesmo até a Delegacia de Polícia para prestar os devidos esclarecimentos ao Delegado plantonista, ficando à disposição da Justiça.


Da redação
Com Folha do Sertão

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Prefeito Carlos Rafael baixa decreto e exonera todos os contratados de Cajazeiras


Em reunião com a assessoria jurídica na tarde dessa quinta-feira (18), em seu gabinete, o prefeito Carlos Rafael (PTB), está baixando decreto e exonera todos os servidores “contratados” que ingressaram no Município por vias não legais, como requer a lei.

Ainda de acordo com informações da assessoria jurídica do Município, a exoneração se dá para contenção de gastos e equilíbrio financeiro.

Possivelmente, o deputado estadual Antônio Vituriano de Abreu (PSC) abrigará em seu gabinete, como assessores, os cabos eleitorais usados na campanha desse ano, para serem aproveitados novamente em 2014.

Da redação

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Pena de Morte; Rapaz violenta sexualmente menino de 3 anos em São José de Piranhas


Um fato que deixou a sociedade da pequena São José de Piranhas, revoltada e chocada, foi registrado na tarde de ontem, terça-feira (16), quando um menino de apenas três anos, foi induzido a brincar no mato nas proximidades de sua casa sendo o mesmo violentado por um delinquente de 16 anos.

Informações dão conta, que J. L; de 16 anos, havia almoçado na casa do pai da vítima e momentos após, os mesmos saíram para caçar. Horas depois as testemunhas Francisco Luiz Ferreira e Maria Ferreira avistaram I. S. G; de 3 anos, correndo em direção a sua casa chorando com a cueca nas mãos suja de sangue.

Mais vergonho ainda, que o fatídico ocorrido, os policiais militares, testemunhas e envolvidos, após levarem a vítima ao Hospital Municipal de São José de Piranhas, encontraram a Delegacia de Polícia com as portas fechadas por falta de delegado de plantão. O caso foi encaminhado à DP de Cajazeiras, para tomada das providências cabíveis. Vergonhoso.


Da redação

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Câmara Municipal de Cajazeiras aprova abertura de crédito adicional suplementar de 40%


Em sessão ordinária realizada no final da tarde de ontem, segunda-feira (15), a Câmara Municipal de Cajazeiras, aprovou por unanimidade, o Projeto de Lei nº 45/2012, oriundo do Executivo cajazeirense, que pedia a abertura de crédito adicional suplementar equivalente a 40%, do orçamento da despesa fixada para o exercício financeiro de 2012.

A referida justificativa dar-se-á em decorrência da despesa fixada na Lei Orçamentária Anual – Lei nº 2016/2012 – exercício 2012 – igual a R$ 64.415.037,00 (sessenta e quatro milhões quatrocentos e quinze mil e trinta e sete reais).

Despesa elaborada pela equipe da Prefeitura, descriminada da seguinte forma:

- Despesas as Entidades Indiretas: IJB, IPAM e SCTrans (Cagepa e Energisa, PASEP, Obras em andamento, Repasse Financeiro ao Poder Legislativo, etc... valores equivalentes a R$ 25.766.014,80 (vinte e cinco milhões, setecentos e sessenta e seis mil, quatorze reais e oitenta centavos), percentual necessário, que dividido por R$ 64.415.037,00 é igual a 40%.

Em face de conclusão, a equipe financeira da Prefeitura Municipal de Cajazeiras, juntamente com o chefe do Executivo, admite e envia à Câmara, para aprovação.

AUTÓGRAFO DE LEI Nº 45/2012

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAJAZEIRAS, ESTADO DA PARAÍBA, FAZ PUBLICAR O SEGUINTE AUTÓGRAFO:

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAJAZEIRAS – R E S O L V E:

Aprovar com a mesma redação o projeto de lei que se refere ao processo que tem o mesmo número, a saber:

Projeto de Lei nº 45/2012, de 27 de Agosto de 2012. 

Autoriza abrir crédito adicional ao vigente Orçamento da Prefeitura Municipal de CAJAZEIRAS, o crédito adicional suplementar, para fins que indica.

A MESA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAJAZEIRAS, ESTADO DA PARAÍBA, FAZ SABER QUE O PLENÁRIO APROVOU E ELA,

D E C R E T A:

Art. 1º- Fica o Chefe do Poder Executivo autorizado a abrir adicional ao vigente orçamento da Prefeitura Municipal de CAJAZEIRAS, Crédito Suplementar até o limite de 40% (quarenta por cento) das despesas autorizadas para o exercício financeiro de 2012.

Art. 2º- Os recursos necessários à cobertura do Crédito mencionado no artigo primeiro desta Lei serão obtidos utilizando como fontes de recursos: a anulação parcial ou total de dotações orçamentárias, o superávit financeiro apurado em balanço patrimonial do exercício anterior e os provenientes de excesso de arrecadação, conforme previsão legal do art. 43, § 1º, Incisos I,II,II, da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964.

Art. 3º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, com efeitos orçamentários e financeiros a partir de 27 de agosto de 2012.
Art. 4º Ficam revogadas as disposições em contrário.

PAÇO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAJAZEIRAS, EM 16 DE OUTUBRO DE 2012.
                                                    
MARCOS BARROS DE SOUZA
PRESIDENTE


JOSÉ LOPES DE SOUZA
1º SECRETÁRIO

HUMBERTO DE ABREU PESSOA
2º SECRETÁRIO

Da redação

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Juiz indefere liminar da Coligação “Cajazeiras de Mãos Limpas” que pedia inelegibilidade de Dra. Denise Oliveira (PSB). Leia sentença!


O juiz Dr. José Djacy Soares Alves da 42ª Zona Eleitoral de Cajazeiras, julgou improcedente o pedido de liminar em Ação de Impugnação de Registro de Candidatura – AIRC – Análise de Infringência do Artigo 3º e seguintes da Lei Complementar 64/90. Análise do caso concreto. Inexistência do elemento específico dessa hipótese negativa de elegibilidade. Improcedência da Ação. Deferimento do Registro de Candidatura da Senhora Francisca Denise Albuquerque de Oliveira ao cargo de Prefeito com o nº 40, pelo Partido Socialista Brasileiro.

A seguir todo o conteúdo e dispositivo do referido magistrado:

III – DISPOSITIVO

Diante de todo o exposto e considerando os elementos de prova carreados aos autos, JULGO IMPROCEDENTE diante da inexistência do elemento específico dessa hipótese negativa de elegibilidade o pedido de IMPUGNAÇÃO DO REGISTRO DE CANDIDATURA da Senhora FRANCISCA DENISE ALBUQUERQUE DE OLIVEIRA para o cargo de Prefeito do Município de Cajazeiras, nas Eleições de 2012, pela Coligação a ESPERANÇA VOLTOU, número 40. DEFERINDO, como tenho por deferido, o REGISTRO DE SUA CANDIDATURA ao pleito Municipal de 2012, ao cargo Majoritário, pela Coligação a ESPERANÇA VOLTOU, concorrendo sob o número 40.

PUBLIQUE-SE. REGISTRE-SE. Após o trânsito em julgado, arquive-se.

Cajazeiras, 12 de outubro de 2012.

Despacho em 11/10/2012 – RCAND Nº 29650 Excelentíssimo Senhor Juiz JOSÉ DJACY SOARES ALVES

R.H.

1 – N.A cópias dos processos que tramitam na 68ª Zona Eleitoral

2 – Conclusos, voltem-me para sentença.


Clique no link e leia a Sentença!




Cajazeiras, 11/10/2012.
José Djacy Soares Alves.
Juiz Eleitoral.

domingo, 14 de outubro de 2012

Prefeita eleita em (7) de outubro abdicará de aumento de salário juntamente com vice e secretários para equilibrar finanças


A prefeita eleita de Cajazeiras no último domingo (7) de outubro, Dra. Denise Oliveira (PSB), postou em seu Facebook, na tarde desse domingo (14), uma semana após sua vitória nas urnas, um texto em que traz além de um gesto de grandeza, a responsabilidade para com o equilíbrio financeiro do Município.

Veja o que diz a prefeita. “Em decorrência das inúmeras dificuldades que certamente iremos enfrentar, estaremos renunciando ao aumento salarial, ora aprovado em Projeto de Lei nº 046/2012 pela Câmara Municipal, para prefeito, vice-prefeito e secretários”.

Ainda de acordo com Denise, esse ato servirá para evitar aumento das despesas. “Isso se faz necessário para que possamos evitar aumento de despesas da folha de pagamento dos nossos servidores, o nosso olhar deve se voltar para o trabalho e a luta na recuperação de um município, que segundo o prefeito atual, se encontra sucateado”. Afirmou.

É necessário cortar à própria pele, pois como é do conhecimento da população as finanças do Município estão drasticamente afetadas. “Preciso fazer os ajustes financeiros necessários, para que possamos voltar a crescer e gerar desenvolvimento à nossa querida cidade”. Ressaltou a prefeita.

Equipe de transição: Dra. Denise Oliveira, juntamente com sua equipe de transição que está sendo formada fará uma avaliação sobre recursos existentes, aproveitamento dos programas sociais e buscará novos projetos para Cajazeiras, ao final a prefeita agradece a Deus e ao povo. “Com Deus e o povo de Cajazeiras, haveremos de ter a certeza e o apoio na tarefa que a nós fora destinada”, finalizou.

Da redação 

Eleições e compra de votos; “Com leilão ou sem leilão foi assim que os quinze vereadores de Cajazeiras se elegeram” afirma Zé Maria


O voto se tornou uma mercadoria que a maioria vende e às vezes até numa espécie de leilão. 
O cara vende o voto por R$50, chega outro e oferece R$100, aí vota com quem deu R$100. Quem comprou por R$50 perdeu o voto e os R$50. 

Com leilão ou sem leilão é assim que se elegeram os (15) vereadores de Cajazeiras, a regra é a compra de votos…


Por José Maria Gurgel

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Popular é agredido em plena luz do dia por ex-secretária de saúde de Cajazeiras, esposo conduzia veículo e nada fez


Um fato que podemos chamar de vergonhoso e lamentável foi registrado na manhã dessa sexta-feira (12), por volta das 11hs00 no cruzamento da Rua Padre Ibiapina, Sebastião Correia de Lima e Avenida Francisco Matias Rolim, Alto Belo Horizonte em Cajazeiras, quando o popular Franciélio de Souza Santana, 30 anos, residente à Rua Senador Robert Kennedy – Casas Populares, nesta cidade, caminhava pelo local acima mencionado e foi abordado pela ex-secretária de saúde do Município, Raelza Borges de Almeida (foto), sendo o mesmo espancado por ela e seu segurança.

Informações da vítima e testemunhas dão conta, que a referida agressora trafegava num veículo Ford/Focus, de cor prata, com seu esposo o jornalista e advogado Adjamilton Pereira (candidato a vice-prefeito derrotado em 7 de outubro) e um popular conhecido por Aderlandio, quando houve o encontro com a vítima.

Eu vinha de casa com meu amigo Netinho, quando o pneu da moto furou e ele foi sozinho procurar uma borracharia, eu caminhava lentamente pela Rua Padre Ibiapina, quando Adjamilton veio no carro dele, desceu Raelza gritando dizendo que ia mandar me matar, me agredindo, achando pouco Aderlandio também desceu do carro me puxou pela camisa, apertou meu braço e Raelza continuou me batendo, Adjamilton ficou só olhando”. Afirmou Franciélio.

Uma testemunha que chamou a Polícia Militar pelo 190, nos informou, que a guarnição chegou ao local, mas quando percebeu que era Raelza e Adjamilton Pereira, mandou que os agressores forem embora rapidamente e a vítima fosse à Delegacia, prestar queixa.
A guarnição era comandada pelo Cabo Valderir. A vítima ficou desolada sem saber qual procedimento adotar. Um fato vergonhoso aconteceu dias atrás, quando um militar se envolveu numa agressão e o 190 foi solicitado, nessa manhã de sexta, a guarnição não cumpriu os procedimentos cabíveis. É vergonhoso para a instituição.

A vítima fez exame de corpo de delito no HRC, prestou queixa na DP e apresentou as testemunhas.


Versão da PM
Quase (24) horas após o fato, o 6º BPM postou em seu blog, como maneira de mostrar sua versão à sociedade cajazeirense e tratou a ocorrência da última sexta-feira (12) por “atrito verbal”, mas não fez a condução dos envolvidos à Delegacia de Polícia como manda o procedimento militar, portanto, mais uma vez, nós sociedade podemos cobrar.


Atualizado às 14:20, Cajazeiras-PB, 13/10/2012.

Da redação

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Dr. Carlos poderá presidir Comissão de Transição do governo de Rafael para Dra. Denise em Cajazeiras


Em entrevista dada à imprensa local na última segunda-feira (8), na Câmara Municipal de Cajazeiras, a prefeita eleita Dra. Denise Oliveira (PSB), respondeu diversas indagações, mas uma que ficamos bastante curiosos, a referida prefeita não “soltou”.

De acordo com informações de bastidores, buscadas à assessoria jurídica da Coligação A esperança Voltou, o próprio esposo e ex-prefeito de Cajazeiras, médico Carlos Antônio (DEM), poderá vir presidir a Comissão de Transição, que fiscalizará os “passos” finais da gestão do prefeito Carlos Rafael (PTB), que saiu derrotado nas eleições de (7) de outubro do ano corrente.

Carlos Rafael foi um dos que insistiu em seguir de perto, os “passos” da comissão de transição, quando Carlos Antônio deixara seu governo em 2008, pois o atual prefeito havia sido eleito vice ao lado de Léo Abreu (PSB). Hoje o jovem Rafael poderá provar do próprio veneno, que derramou no passado.

Da redação

Faculdade São Francisco realizará I Encontro de Direito Eleitoral de Cajazeiras



Ascom

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Em coletiva Carlos Rafael agradece pelos votos, acusa imprensa e uso da máquina administrativa do Estado


Com a presença do deputado estadual Vituriano de Abreu (PSC), do candidato a vice-prefeito derrotado Adjamilton Pereira (PMDB) e vereadores recém-eleitos do seu grupo político, o também candidato derrotado Carlos Rafael (PTB) prestou entrevista coletiva na tarde da última terça-feira (9), onde fez um balanço das eleições 2012. A entrevista que foi comandada pelo jornalista José Anchieta ocorreu na Câmara Municipal com a presença de militantes, amigos, familiares e autoridades.

Sem mostrar qualquer arrependimento, o atual gestor cajazeirense disse que sai de cabeça erguida da campanha e com o sentimento de vitória por conta do número de votos recebidos. “Todos nós somos vencedores e por isso venho dizer á todos que continuamos vivos e vigilantes, quando o assunto e a nossa Cajazeiras. Haveremos de ficar antenado com tudo.” Comentou.

Carlos Rafael frisou ainda, que fez de tudo para ganhar as eleições, mas a decisão popular de eleger sua opositora foi soberana. O gestor reiterou que vai cumprir com seus deveres até o ultimo dia de seu mandato e que a imprensa de Cajazeiras, foi contra a sua reeleição. De acordo com o gestor, a máquina administrativa do Estado foi pesada e ajudou a oposição.

Em certos trechos da entrevista, o prefeito disse que está pronto e a disposição do seu grupo político. Para ele, muitos embates ocorrerão pela frente e que a derrota dessas eleições não vai abalar o projeto do seu grupo.


Da redação
Com Paraiba Aqui

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Conheça todos os resultados nas urnas para vereador em Cajazeiras na 42ª e 68ª zonas eleitorais

Prefeita eleita Dra. Denise emite nota de agradecimento


Coligação “A Esperança Voltou”

(DEM, PDT, PSDB, PSD, PSB, PP, PRB, PRP, PSL, PPS, PTN, PV, PMN, PR)


Cajazeiras meu amor, Cajazeiras minha paixão!

Gostaria de agradecer os 17.884 votos recebidos, no último domingo (7), na Terra de Padre Rolim. Foram longos três meses de uma intensa campanha que percorreu as principais ruas e avenidas do nosso município, sempre ao lado de Dr. Carlos e do vice-prefeito eleito Júnior Araújo.

A eleição do meu nome para a Prefeitura representa a sede de mudança de Cajazeiras e a vontade do povo de ter no governo da cidade, pessoas com experiência e compromisso.
Não posso deixar de agradecer cada abraço recebido, cada palavra e gestos de incentivos proferidos pela população. Podem ter certeza que elas foram muito importantes para a nossa vitória.

Agradeço ainda a todos os cajazeirenses que abriram as portas das suas casas para nos receber, ouvir as nossas propostas e apresentar os seus reclames.

Também se faz necessário dizer um muito obrigado às milhares de pessoas que compareceram às caminhadas, aos comícios, às adesivagens, entre outros eventos de campanha realizados pela nossa coligação.

Fui eleita pela escolha livre de 53,02% dos eleitores de Cajazeiras, mas a partir de 1º de janeiro de 2013, ao lado de Dr. Carlos e de Júnior Araújo, irei desempenhar um governo participativo, para todos e sem distinção partidária ou de classe social.

Graças a Deus, a esperança finalmente voltou para Cajazeiras.

Obrigada!

Francisca Denise Albuquerque de Oliveira (Doutora Denise)
Prefeita eleita do município de Cajazeiras