.

.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Rachaduras na parede da barragem de Coremas preocupa a população

Rcahaduras foram vistas depois que o volume da água baixou (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
 (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
Rachaduras encontradas por maradores nas paredes da barragem de Coremas, no Sertão do estado, estão preocupando a população local. Segundo dados da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), atualmente o volume de água acumulado na açude representa apenas 10% da capacidade total de armazenamento, que é de mais de 591 milhões de metros cúbicos. Por causa da seca, os moradores conseguiram ver as paredes da barragem e as rachaduras.

“A gente conseguiu identificar quando o volume da água começou a descer. O pessoal começou a andar pela parede e fazer vídeos e imagens. Isso foi causando espanto na cidade e nas regiões mais próximas e, na verdade, é muito preocupante”, disse o estudante Jocerlan Pereira, que mora na região.

O Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs), órgão responsável pela manutenção da barragem, informou que a última vez que o açude passou por uma manutenção foi na década de 90 e que agora que o reservatório alcançou o nível mais baixo da história é que foi possível perceber essas rachaduras, por isso, uma nova manutenção está prevista para o primeiro semestre deste ano.

O Dnocs informou ainda que já existe um projeto pra que essa reforma seja feita, mas que as  rachaduras não apresentam risco para a segurança da barragem, não havendo risco de rompimento da estrutura.

G1 PB