.

.

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Léa Silva poderá assumir a Secretaria de Educação de Cajazeiras

Exonerada da Chefia da Casa Civil do governador – pelo próprio chefe do executivo estadual, a vereadora licenciada poderá assumir os destinos da Secretaria de Educação de Cajazeiras no lugar da professora Edna Elba.

Comenta-se nos bastidores, que Léa Silva não tem interesse de retornar à Secretaria de Promoção Social no momento, para não interferir de certa forma, na gestão de Betânia Feitosa (esposa do homem que era considerado um Primeiro Ministro da Gestão de Denise), Mário Messias, o “Marinho” envolvido na “Operação Andaime”.

Na opção de regressar à Câmara Municipal, a vereadora ocupará sua cadeira, porém, o suplente Adriano da Vila Nova (PDT), será obrigado a deixar a função. Caso Léa retorne à Casa de Otacílio Jurema – ela, com o curriculum político e experiência que é detentora, poderá ainda atuar como líder da prefeita, pois o atual líder macula a imagem da gestora, o mesmo é detentor de uma imensa ficha de crimes – responde a processos desde pedofilia, à improbidade administrativa.

Caso a vereadora queira assumir uma importante secretaria, Denise haverá de sacrificar alguém, que possivelmente causará descontentamento e acarretará em novos desdobramentos no quadro de pessoas de confiança da prefeita.

Da redação


Loteamento Chácaras Paraíso II - Cajazeiras - Paraíba