.

.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Em sessão presidida por Lira, CAE aprova reajuste de servidores do MP e inicia análise de reajuste dos servidores da Justiça

Em sessão presidida pelo Senador Raimundo Lira (PMDB-PB), a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal (CAE) aprovou na terça-feira (21) o Projeto de Lei (PLC) 26/2016, que reajusta os salários dos servidores do Ministério Público da União – MPU e do Conselho Nacional do Ministério Público – CNPM.

A proposta, após a aprovação da CAE, seguirá para análise no Plenário do Senado. O relator da matéria, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), explicou que o impacto causado pelo aumento já está previsto no Orçamento deste ano.

O PLC 26/2016 prevê reajuste de 12% no vencimento básico de analistas e técnicos do MPU, em oito parcelas, de forma escalonada, de junho de 2016 a julho de 2019. Também eleva o percentual da gratificação de atividade do MPU incidente sobre o vencimento básico, de 90% para 140%, de forma escalonada, até 2019.

Também disciplina a concessão de adicional de qualificação e de gratificações de perícia (atribuída a analista do CNMP que realiza atividade fora de seu ambiente de trabalho), de projeto e de atividade de segurança. O projeto também reajusta os valores da retribuição pelo exercício de cargo em comissão a partir de 1º de junho de 2016, que variam de R$ 3.461,96 a R$ 14.607,74.

Servidores do Judiciário – Já a votação do reajuste dos integrantes do Poder Judiciário (PLC 29/2016) foi adiada, uma vez que os senadores demonstraram preocupação em relação ao impacto da proposta por conta do aumento no salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Durante a sessão, o Senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) pediu vista do PLC 29/2016.

Com isso, segundo informou o Senador Raimundo Lira, o projeto deverá retornar à pauta da CAE na próxima semana. Lira tranquilizou os membros da comissão, afirmando que iria solicitar ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) os dados necessários para a apreciação da matéria.

Assessoria de Imprensa