.

.

sábado, 3 de outubro de 2015

Rede Sustentabilidade da Paraíba participa de ato público contra o fim das atividades de cabotagem no Porto de Cabedelo

Membros da Executiva Estadual do partido Rede Sustentabilidade, filiados e simpatizantes à causa – estiveram participando de ato público, na manhã deste sábado (03), na cidade portuária de Cabedelo, litoral paraibano – onde centenas de pessoas contrárias ao fim das atividades de cabotagem da estatal brasileira Petrobrás, manifestaram repúdio, pois, caso venha ocorrer, dezenas de chefes de família ficarão sem seus empregos.

Ainda de acordo com Gilmara Temotéo, que preside a Companhia de Docas do Estado da Paraíba, a Petrobrás sinaliza pelo fim das atividades no Porto de Cabedelo, sendo assim, a distribuição de combustíveis será feita pelo Porto de Suape em Pernambuco – encarecendo os preços praticados no Estado e, excluindo à distribuição que até então é feita em João Pessoa e cidades adjacentes.

Redistas e demais participantes se reuniram em frente ao Teatro Santa Catarina e partiram em direção ao porto. A referida manifestação faz parte inicial de uma mobilização intitulada “Frente Brasil Popular Paraibana” (FBPP). No evento estiveram presentes, representantes da sociedade civil organizada de João Pessoas e cidades da região metropolitana, grupos pastorais, partidos políticos e militantes da Central Única dos Trabalhadores – também se fizeram presentes.

Gritos em defesa da democracia, e “não” ao regime militar, além de reivindicações reiteradas pela permanência das atividades no Porto de Cabedelo, foram ouvidos durante o evento. “Não podemos aceitar passivamente que uma das maiores empresas petroleiras do mundo seja privatizada, a Petrobrás é nossa, pertence a cada de um dos brasileiros”, salientou a redista Diana Dayse da cidade de Bayeux.

Ascom – Rede Sustentabilidade/PB