.

.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Banco de Leite da Maternidade de Patos atinge, mais uma vez, excelência nos serviços e atendimento como padrão ‘Ouro’

Além do Banco de Leite Dra. Vilani Kehrle, da Maternidade de Patos, o Anita Cabral, que integra a rede estadual de saúde,  também recebeu a nota máxima

O Banco de Leite Dra. Vilani Kehrle da Maternidade de Patos foi novamente reconhecido pelo Programa Ibero-Americano de credenciamento de Bancos de Leite Humano com padrão Ouro. Isso significa que a instituição atingiu, mais uma vez, o padrão de excelência na avaliação da estrutura física, equipamentos, funcionários e nos serviços prestados à população, com pontuação de nível de qualidade entre 90 e 100 pontos. Além do banco de leite de Patos, outro banco de leite que integra a rede estadual de saúde, o Anita Cabral, também manteve o padrão ‘ouro’ da certificação.  

Outros três bancos de leite no estado, pertencentes a rede municipais de saúde,  também ganharam nota máxima: o Virgílio Brasileiro do Isea, em Campina Grande, o Dra. Zilda Arns, da Maternidade Cândida Vargas, de João Pessoa e o da Maternidade Dr. Deodato Cartaxo, em Cajazeiras. A distinção foi anunciada durante a realização do II Fórum ABC do Ministério da Saúde/Fiocruz, realizado em Brasília, recentemente.

Além de oferecer alimento apropriado para diversos bebês, até os seis primeiros meses de vida, e orientar centenas de mães sobre a importância da amamentação exclusiva desde o nascimento de seu filho, a equipe do  banco de leite da maternidade de Patos também faz palestra diariamente com as parturientes hospitalizadas na Maternidade Peregrino Filho, nas unidades de saúde do município e ainda quando a equipe é solicitada participa de eventos diversos.

Segundo a coordenadora do Banco de Leite Humano da maternidade de Patos (BLH), Joana Sabino, a manutenção do credenciamento é mais uma vitória, fruto de um esforço coletivo e de um trabalho focado. “É um privilegio para a cidade de Patos e para todos nós profissionais da saúde disponibilizarmos esse serviço que possibilita que as crianças tenham maior chance de recuperação e ganho de peso mais rápido, tudo isso de uma forma eficaz, eficiente, segura e profissional e saber que esse trabalho continua sendo feito, num padrão reconhecidamente, excelente,  muito nos alegra e motiva”, afirma Joana Sabino.

A equipe do Banco de Leite de Patos é formada por 14 profissionais, sendo 01 coordenador-enfermeiro; 01 bioquímico; 02 técnicos de enfermagem e 03 auxiliares de enfermagem; 01 porteiro; 02 recepcionistas; 02 vigias noturnos e 02 auxiliares de serviços gerais. Todo o leite humano coletado, após passar pelo processo de controle de qualidade, feito no próprio laboratório do banco por um bioquímico, é armazenado em frascos de vidro esterilizados e colocados em freezers. O material coletado tem validade de seis meses e é encaminhado para todas as crianças prematuras hospitalizadas na maternidade e incapacitadas de sugar no seio da mãe.

A rede estadual da Paraíba tem seis bancos de leite humano e dois deles atingiram, novamente, a excelência no programa Ibérico-americano de Banco de Leite Humano. O programa que premia bancos de leite de todo o país foi criado em  2012 e desde então a Paraíba participa e é premiada. O banco de leite de Patos ganhou sua primeira certificação em 2013.

Assessoria