.

.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Paraíba terá campanha permanente de mobilização contra o desperdício de água

Projeto de Lei de autoria do deputado estadual Jeová Campos (PSB) foi aprovado na manhã da última terça-feira (13), durante sessão extraordinária da ALPB

A água é um elemento essencial à vida e como tal, é fundamental que a mesma seja utilizada de forma consciente e racional. Essa é uma constatação óbvia, que se evidencia em tempos de escassez hídrica, mas, apesar da gravidade da situação em tempos de seca e de uma projeção nada animadora da Organização das Nações Unidas, que aponta que a demanda por água no planeta cresce em velocidade duas vezes maior que o crescimento da população, ainda há muito desperdício de água e pouco reuso. Preocupado com essa questão, o deputado estadual Jeová Campos propôs através do Projeto de Lei Nº 77/2015, a instituição de uma Campanha Permanente de Mobilização Estadual Contra o Desperdício de Água. O PL, que tramitava na ALPB desde fevereiro, foi aprovado pelos deputados, nesta terça-feira (13), durante sessão extraordinária, e agora segue para sanção do governador Ricardo Coutinho.

Jeová, que é presidente da Frente Parlamentar da Água da ALPB e que, atualmente, está licenciado se recuperando de uma cirurgia, comemorou a aprovação do PL. “Esse é um passo importante que a Paraíba dará, principalmente, no que diz respeito à formação de uma nova consciência sobre o uso racional da água e isso passa, necessariamente, pela mudança de hábitos que tem como base a educação de toda a sociedade que precisa rever conceitos e atitudes neste aspecto”, destaca Jeová.

O parlamentar explica que, o PL objetiva instituir uma campanha de mobilização para o combate ao desperdício de água no Estado da Paraíba, em que o Poder Executivo utilizará todos os instrumentos de propagação e educação à sua disposição, com ênfase na Rede Estadual de Ensino e servidores públicos estaduais. “A campanha compreenderá também ações voltadas à conscientização da população através de campanhas educativas, abordagem do tema nas aulas ministradas nas escolas integrantes da rede pública estadual de ensino e palestras dirigidas aos servidores públicos que trabalham ou trabalharão em novas edificações, entre outras, versando sobre o uso abusivo da água, métodos de conservação, uso racional da mesma e até reuso de águas utilizadas no tanque ou máquina de lavar e no chuveiro”, destaca Jeová.

Ele lembra que a campanha não incorrerá em grandes investimentos financeiros, pois, a mesma irá utilizar cartazes e adesivos, e ambos têm um custo baixo, além de treinamentos e palestras. “É uma proposta para começar a formação de uma nova consciência no uso da água, estimulando a conservação e uso racional dos recursos hídricos, além de reduzir o desperdício quantitativo nas repartições públicas, escolas e em toda a sociedade”, finaliza Jeová.


Assessoria