.

.

domingo, 23 de agosto de 2015

Em Cajazeiras, Raimundo Lira concede entrevista coletiva e destaca ações para favorecer a cidade e toda a região

O Senador Raimundo Lira (PMDB-PB) concedeu entrevista coletiva no último sábado (22) no plenário da Câmara Municipal de Cajazeiras, para falar sobre ações importantes que está empreendendo, em Brasília, para favorecer a cidade de Cajazeiras e toda a região. Na oportunidade, ele também falou sobre o cenário econômico nacional e a realidade política de momento no Brasil.

Lira destacou como ações prioritárias – que estão tendo sua participação direta ou indireta, em Brasília – a duplicação da BR 230 de Cajazeiras a Campina Grande. A imprensa presente perguntou se o fato de ele ter sido escolhido relator do Orçamento do Ministério dos Transportes em 2016 poderia contribuir para tornar este grande sonho uma realidade.

Ele lembrou que, em seu primeiro mandato de senador, foi tachado de sonhador, quando começou a falar da duplicação da BR 230 e melhoria da malha rodoviária estadual, porque ações deste tipo só eram consideradas realizáveis no eixo sul-sudeste do país. E a duplicação nos trechos Cabedelo-João Pessoa e João Pessoa-Campina Grande acabou acontecendo, como também um processo de modernização de nossas estradas, pelas mãos do senador Lira.

“Agora, eu digo: vou sonhar novamente. Vão me chamar de sonhador novamente, mas eu vou sonhar com a duplicação. É uma obra grande, que vai levar muito tempo, possivelmente nesse meu mandato não termine, mas eu digo sempre: uma obra grande só termina quando começa, precisa começar para terminar”, disse Lira.

Outras Ações – Ele também citou ações para concretizar outras iniciativas, a exemplo da implantação da Unidade de Medicina Legal – UML e do Hospital Universitário – HU de Cajazeiras; da urbanização do Açude Grande; da revitalização do Açude de Boqueirão; da pavimentação da estrada que liga Boqueirão à BR 230, da finalização e homologação do Aeroporto de Cajazeiras, dentre outras. “São ações que escolhi para focar, em meu mandato”.

Lira informou que até outubro irá trazer a São José de Piranhas o Ministro da Integração Nacional e sua equipe técnica, para verificar as necessidades hídricas da região. Ele lembrou sua luta, em Brasília, para incluir o terceiro ramal da transposição na Paraíba, o chamado Eixo Piancó. “Já está sendo feito estudo, a meu pedido, para este terceiro ramal, que é um ramal pequeno, para abastecer o conjunto Coremas-Mãe D’água, o maior reservatório que nós temos, para beneficiar 18 municípios do Vale do Piancó”.

Ele afirmou que está focando sua atuação no Senado em ações específicas, para que possa atuar mais decisivamente em projetos importantes, ao invés de pulverizar seu tempo com outros assuntos que dizem mais respeito a outras esferas do poder. Também declarou apoio ao projeto da criação da Zona Franca a partir de Cajazeiras e disse que está à disposição da Prefeita Denise e demais autoridades políticas e empresariais da cidades para contribuir decisivamente com o desenvolvimento de Cajazeiras e região.

Crise no Brasil – Raimundo Lira destacou a dificuldade do Brasil em acabar com a crise política e econômica por que passa o país, porque, pela primeira vez, as duas crises acontecem simultaneamente. É que, segundo Lira, é a partir da ação política que se resolvem os problemas econômicos. Porém, ele declarou estar confiante de que esta situação irá ser resolvida. “Porque toda crise é passageira”, disse.

PEC dos Suplentes elogiada - Raimundo Lira foi elogiado pelos presentes à coletiva pela apresentação da chamada PEC dos Suplentes, através da qual a escolha dos suplentes de senador deixaria de ocorrer da forma atual – mediante indicação do candidato a Senador em sua chapa. Pela proposta de Lira, os suplentes seriam os senadores mais votados, a partir dos eleitos.


Ele foi elogiado porque, pela sua proposta, se ela estivesse valendo, Lira não teria assumido o mandato no lugar do ex-senador Vital do Rêgo, que deixou o Senado para assumir mandato no Tribunal de Contas da União – TCU. “Mas é que, da forma como estamos propondo, vejo que o voto do eleitor será respeitado. Então o que mais importa é a soberania do voto e a decisão do eleitor”, afirmou Lira.


Assessoria de Imprensa
Gabinete do Senador Raimundo Lira – PMDB/PB