.

.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Na Capital, Zé Aldemir anuncia auditoria pública e privada na Prefeitura de Cajazeiras

O futuro prefeito de Cajazeiras, o deputado estadual José Aldemir (PP) fez graves denúncias na manhã desta terça-feira (25) na Assembleia Legislativa sobre a atual gestão da cidade que vai governar a partir de primeiro de janeiro de 2017.

Segundo ele, será preciso uma auditoria pública de órgãos como Ministério Público, Tribunal de Contas Estadual e da União, além de um levantamento feito por uma empresa particular para se ter um diagnóstico preciso do que vai encontrar na cidade, que segundo ele, já teve várias denúncias de improbidade administrativa e mal uso do dinheiro público. O parlamentar disse ainda que há condenações contra a atual gestão da prefeita Dr. Denise Oliveira (PSB) e isso é de domínio público.

"O que vou encontrar na Prefeitura de Cajazeiras não é nenhuma surpresa, porque todos nós sabemos que o que foi posto em prática na cidade na atual gestão que se finda no dia 31 de dezembro foi a improbidade administrativa, o desvio de recursos públicos e a indecência na ação política e administrativa. Haja vista os processos que todos têm conhecimento, ações que tiveram condenações e que fez a cidade ser palco de vergonha nacional noticiada na grande mídia com a divulgação de licitações fraudulentas", denunciou.

A medida, portanto, que será adotada é a contratação de uma auditoria particular de renome nacional para atestar as reais condições da cidade e da máquina pública quando sair a atual gestão.

"Vamos convocar uma auditoria de imediato, senão o faço seria insensato da minha parte. Pedirei essa auditoria pública com a ajuda do Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado e da União, além de contratar uma empresa de renome nacional, todas para me proporcionar uma radiografia da máquina pública. Não vou entrar de peito sem fazer esse diagnóstico", explicou José Aldemir.


Da redação

Com PB Agora