.

.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Com exceção de Veneziano, deputados federais com base em Campina votaram favoráveis a PEC 241

Mesmo tendo repetido a aprovação com ampla maioria em plenário para aprovar a PEC 241/2016, que limita gastos da União por 20 anos, o governo Michel Temer perdeu sete votos na votação da última terça-feira (25), em relação à votação em primeiro turno. 

Foram 359 votos a favor e 116 contra, com duas abstenções. No primeiro turno, foram 366 votos favoráveis a 111 contrários, com as mesmas duas abstenções. 

Dos cinco deputados federais paraibanos que tem base eleitoral em Campina Grande, apenas um não votou favoravelmente a Proposta de Emenda a Constituição (PEC-241/2016) que limita à correção da inflação do ano anterior os gastos públicos pelos próximos 20 anos.
Os manifestantes alegam que a medida vai prejudicar os investimentos em áreas essenciais como educação e saúde. As duas áreas, depois de muita pressão, ficaram para um segundo momento. Ambas terão os limites impostos apenas a partir de 2018. Foram 359 votos a favor, 116 contrários e duas abstenções. Dos doze deputados federais paraibanos, cinco tem base eleitoral em Campina Grande são eles: Pedro Cunha Lima (PSDB), Aguinaldo Ribeiro (PP), Welington Roberto (PR), Rômulo Gouveia (PSD) e Veneziano Vital do Rêgo (PMDB). Destes apenas o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), não votou favoravelmente a PEC 241/2016.


Veja como cada deputado paraibano votou:

DEM
Efraim Filho PB Sim

PDT
Damião Feliciano PB Sim

PMDB
André Amaral PB Sim
Hugo Motta PB Sim
Manoel Junior PB Sim

PP
Aguinaldo Ribeiro PB Sim

PR
Wellington Roberto PB Sim

PSD
Rômulo Gouveia PB Sim

PSDB
Pedro Cunha Lima PB Sim

PT
Luiz Couto PB Não

PTB
Wilson Filho PB Sim

SDD
Benjamin Maranhão PB Sim


Assessoria