.

.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Carlos Antônio ofereceu dinheiro para tentar corromper prefeito de Bom Jesus a votar em Jeová em 2014

Além de deixar rachas, as eleições passadas de 2014, ainda deixaram comentários e uma série de questionamentos que aos poucos, vão sendo esclarecidos, e a bola da vez, teria sido uma declaração do deputado estadual José Aldemir, em uma emissora local relatando uma articulação de Carlos Antônio, com o objetivo de fazer com que o prefeito de Bom Jesus Roberto Bayma, retirasse o apoio à candidatura de Zé Aldemir e passasse apoiar o também candidato do grupo Jeová Vieira Campos (PSB).

Diante dessa onda de boatos nós conseguimos com exclusividade, conversar com o prefeito Dr. Roberto Bayma, que não fez rodeio e confirmou o assédio politico por parte de Carlos Antônio. Segundo Bayma, além de retirar o apoio de Zé Aldemir o mesmo teria que trocar Aguinaldo Ribeiro por Efraim Filho, para deputado federal.

Para Roberto, este é um lado da politica que ele, não pretende praticar, ou seja, o da traição. O gestor ainda revelou que comentou com Aldemir sobre este ocorrido, achando estranho tal procedimento visto pela lógica o tratamento para ambos, Aldemir e Jeová, deveria ser igual.

Aos poucos os possíveis e reais motivos do rompimento do grupo da prefeita Denise com Zé Aldemir, estão aparecendo. Quem acompanhava os comícios promovidos pela corrente “Carlista”, lembra que em inúmeras ocasiões, Carlos Filho fazia questão de afirmar que o único candidato do grupo era Jeová.

Para alguns, a estratégia de Carlos Antônio seria mesmo derrotar aquele que sempre esteve ao lado de seu grupo, assim como fez no passado ao apoiar três candidatos a deputado estadual. O motivo é simples, com um comportamento político frio, Carlos Antônio não engoliu até hoje, o fato de José Aldemir não ter apoiado a reeleição de Ricardo Coutinho.

Para ouvir o áudio, clique no link abaixo: 


Folha do Vale