.

.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Carlos Rafael quebra o silêncio fala da ausência na convenção do PMDB e chama vice-prefeito de Cajazeiras de traidor

Após um ano de silêncio, o ex-prefeito Carlos Rafael (PMDB), em entrevista exclusiva a TV Diário do Sertão nesta quinta-feira (07), explicou sua ausência a convenção do partido no mês passado. Após várias especulações, inclusive, que o ex-gestor estaria se alinhando ao grupo da prefeita Denise Albuquerque (PSB), ele disse não participou porque preferiu se manter afastado da política no ano passado. “Fiquei observando durante todo o ano”.

Carlos Rafael negou qualquer entendimento com o grupo de Carlos Antonio (DEM) e da prefeita de Cajazeiras, além de declarar que o vice-prefeito Júnior Araújo, seu ex-chefe de Gabinete o traiu.

Segundo o ex-prefeito, Júnior Araújo não faz mais parte do seu grupo de amigos, pois na sua gestão conseguiu filiar 30 lideranças no partido do atual vice-prefeito e ele foi compor chapa com a oposição da época.

“Se meus amigos forem desse jeito aí, estou ruim de amigos. O cara muda de lado na última hora leva meus filiados, porque naquele instantes foram filiados por mim ele não filiava um naquele instante”. Alfinetou o peemedebista.


Diário do Sertão