.

.

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Prefeito de Sousa fecha órgãos em protesto contra a crise

O prefeito de Sousa, André Gadelha (PMDB), determinou, esta semana, que todas as atividades, menos as essenciais fossem paralisadas no município, e em cada secretaria colocasse uma faixa preta em sinal de luto pela crise financeira, que assola o Brasil.
André Gadelha, que participa de mobilização na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), nesta quinta-feira (24), em João pessoa, disse que vai propor que  prefeitos de todas as regiões do Estado façam a mesma paralisação para “mostrarem de forma veemente a chaga que atormenta as administrações públicas atualmente”.
“Tem prefeito que teme atrasar salários, e paralisar mesmo os serviços essenciais. É preciso dizer que os prefeitos não podem fazer nada, se os recursos não chegarem. O problema são os encargos, os financiamentos anteriores que quebram completamente os nossos planejamentos prejudicando os funcionários, e fornecedores da prefeitura”, disse André Gadelha que lidera o momento com apoio da FAMUP.
Folha do Sertão