.

.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Jeová Campos se reúne com secretário de Educação para tratar do PL que acaba com indicação política na substituição de professores na PB

PL do deputado já foi aprovada pelos deputados e espera sanção do governador Ricardo Coutinho.
O famoso ‘apadrinhamento político’ na indicação de professores substitutos na rede estadual de ensino da Paraíba quando os titulares se ausentarem da sala de aula pode estar com os dias contados. Isto porque só falta a sanção do governador Ricardo Coutinho para o que propõe o Projeto de Lei 624/2015 vire uma realidade nas escolas públicas paraibanas. Na manha desta quarta-feira (07), o deputado estadual Jeová Campos (PSB) se reuniu com o secretário de Educação, Aléssio Trindade, para debater as melhorias na qualidade da prestação do serviço público estadual na área de Educação, que surgirão com a efetivação desta nova proposta, que institui um processo seletivo público simplificado para fins de contratação temporária de professores substitutos.

“Esse projeto institui um processo seletivo público simplificado para fins de contratação temporária de professores substitutos na rede estadual de ensino quando os efetivos entrarem de licença. Isso acabará com o apadrinhamento político na ocupação destes cargos na medida em que as substituições levarão em consideração a competência técnica e didática, além dos títulos de quem pleiteia a vaga e não mais a mera indicação política como acontece hoje. Sendo assim, elevaremos a qualidade do ensino porque teremos a garantia de quem vai substituir o mestre que está de licença será um profissional capacitado para tal missão”, explica Jeová.

Segundo o deputado, antes de apresentar o PL, ele já tinha debatido com o secretário Aléssio Trindade, a importância desta iniciativa para a Educação da Paraíba. “Hoje, vim entregar uma cópia do PL ao secretário e lembrar da importância de colocar para os responsáveis pelos setores do governo, que irão avaliar o PL antes dele ser enviado para apreciação do governador, a relevância desta iniciativa e o que ela trará de avanços para a educação da Paraíba”, destacou Jeová. O secretário, por sua vez, pediu agilidade aos setores competentes do governo para encaminhamento do PL para o governador.

Jeová lembra que a mudança que ele propôs não vai trazer nenhum custo adicional para a Secretaria de Educação, já que cada regional de ensino constituirá uma comissão permanente, formada por professores efetivos de cada disciplina, para aplicação e avaliação das provas dos candidatos inscritos no processo seletivo simplificado.

Acompanhado do prefeito eleito de São José de Piranhas, Chico Mendes, o deputado ainda tratou de questões pontuais com o secretário Aléssio, a exemplo da questão das turmas multisseriadas em escolas de Cajazeiras e região, além de pleitear melhorias para as escolas de São José de Piranhas e de outros municípios daquela região.



Assessoria