.

.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Governador visita delegado no Hospital de Trauma e justiça decreta prisão do acusado pelo crime

O delegado de Polícia Civil Leonardo Machado, que está internado no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, desde a noite do último sábado (13), após ser baleado na cidade de Uiraúna, recebeu na manhã desta segunda-feira (15) a visita do governador do Estado, Ricardo Coutinho que foi prestar solidariedade à família.


O delegado sofreu dois tiros, um atingiu o pulmão direito e outro o crânio na parte atrás da cabeça. Na manhã de hoje, o delegado geral da Polícia Civil, João Alves, confirmou que o motivo do crime teria sido uma discussão com o delegado na fila de um mercadinho da cidade.

O último boletim médico do Trauma disse que o estado de saúde do delegado é gravíssimo. Ela já passou por cirurgia na cabeça para implante de cateter e encontra-se entubado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) do hospital.
Durante a visita, Ricardo também lamentou a banalidade e reforçou a importância de capturar o acusado pelo crime.

Mandado - O delegado geral de Polícia Civil, João Alves, informou a reportagem do programa Tribuna Livre, da TV Arapuan, que o acusado de atirar no delegado Leonardo Machado, na cidade de Uiraúna no último sábado, já foi identificado e que um mandado de prisão contra ele já foi expedido. Trata-se de Ivamar de Paiva Barreto, que vários documentos com outros nomes de outros estados.

De acordo com João Alves, o acusado já responde por outros crimes e pode ainda está escondido na região onde o crime acontece e aproveitou para fazer um apelo para que a população contribua para a localização de Ivamar. “Nós vamos pegá-lo, mais cedo ou mais tarde, mas pedimos a contribuição da sociedade”, destacou o delegado.

Ele informou que o delegado que está frente do caso, George Wellington, já está de posse do mandado de prisão do acusado e a qualquer momento pode localizá-lo e prende-lo.

Estado de saúde do delegado

O diretor do Hospital de Trauma de João Pessoa – Senador Humberto Lucena – Edvan Rodrigues, revelou em entrevista ao programa Cidade em Ação, da TV Arapuan, que o estado de saúde do delegado Leonardo Machado, continua gravíssimo e deve continuar assim pelas próximas 48h, já que é esse o período, que ele seguirá sedado.

De acordo com Edvan, uma nova ferramenta médica foi colocada no paciente para que as respostas ao tratamento sejam acompanhadas de forma mais rápida e precisa.


Da redação
Com paraiba.com.br