.

.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Número de cães e outros animais abandonados continua crescendo em Cajazeiras

Apesar das inúmeras reclamações por parte da população, a cidade de Cajazeiras continua tomada por um grande número de animais de rua, principalmente por cães e gatos.  E os números crescem junto com as reclamações a cada dia, uma vez, que nenhuma providência efetiva é tomada por parte da administração municipal, o que contribui ainda mais para o alastramento do problema.

Não precisa você andar muito nas ruas da cidade, seja do centro ou da periferia, para se deparar com os animais, que perambulando em busca de comida, sofrem com maus tratos e desprezo, e sem controle, se reproduzem em larga escala multiplicando a população animal e colocando vidas em risco, já que são responsáveis por vários acidentes.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Zoonoses do Município, Isabela Gadelha Cartaxo, quatro casos de leishmaniose (Raiva Humana) foram confirmados este ano, inclusive, em uma criança de um ano e seis meses. Segundo o jornal Gazeta do Alto Piranhas, entre os anos de 2011 e 2012, duas crianças morreram vítimas da doença na cidade. No ano passado foram cinco casos registrados em humanos e vários em animais (Calazar).

Além de cães e gatos, também é possível encontrar outros animais como: vacas, burros, jumentos, cabras, bodes e porcos, soltos pelas ruas. Recentemente, um cavalo teve que ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros de cima de um telhado no Bairro dos Remédios, numa cena que repercutiu em nível nacional.

Por tudo isso, a população cobra providências no sentido de fazer a retirada desses animais das ruas e abrigá-los em um local onde possam receber assistência e passar por um controle de natalidade, já que é a grande causa do problema. Nos últimos meses a câmara municipal de Cajazeiras chegou a realizar uma audiência pública para debater o assunto, porém, nenhuma providência foi tomada


Fotos: PJ Barreto
Com blogdofurao.com