.

.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Após preconceito por ser nordestino, poeta paraibano, Chico D’Assis, publica cordel clamando respeito na cidade de SP

Como forma de perdão por todo o preconceito vivido, enquanto morou na cidade de São Paulo, e de gratidão a todas as oportunidades que o lugar o ofereceu, o cordelista paraibano Chico D’Assis, natural do município de Ouro Velho, no Cariri do Estado, radicado em Campina Grande, Agreste paraibano, publicou o cordel “Apelo aos paulistanos e habitantes de São Paulo”.

No texto, o poeta diz: “Não importa sua cor/ Seja poeta ou artista/ Seja daqui ou turista/ Seja cantor ou ator/ Seja mendigo ou doutor/ Que em São Paulo morar/ Seja qual for seu lugar/ Respeite a humanidade/ São Paulo é nossa cidade/ Vamos viver e amar”.

Na década de 1980, o poeta morou em São Paulo e trabalhou como vendedor. Na cidade sofreu preconceito por ser nordestino. “Passei muitas dificuldades por conta da minha origem, como sei que muitos ainda hoje passam. O nordestino era muito desvalorizado, mas encontrei oportunidades, amigos, a cidade me abriu portas e tenho muito que agradecer a São Paulo. Por isso fiz esse cordel”, frisou.

Para quem também viveu experiências de superação em São Paulo, fica a lição. “Além de ser uma literatura popular e só por isso já deve ser valorizada, compreendo que esse texto tem muito que contribuir para a reflexão sobre o que hoje acontece com São Paulo e como ela é vista por quem vive ou já viveu nela”, destacou Chico D’Assis.

Os interessados em adquirir o cordel ou saber maiores informações sobre as produções do poeta Chico D’Assis podem entrar em contato através do e-mailchicodassis@outlook.com ou pelos fones (83) 3331-5442/ 99805-5262. 


Poeta Chico D'Assis
(83) 98853-8087/ 99986-4092