.

.

terça-feira, 8 de março de 2016

Projeto de Lei que homenageia monsenhor Luiz Gualberto de Andrade é aprovado por unanimidade na ALPB

Foto: Arquivo Folha Vip
O conjunto residencial condomínio “Cidade Madura” da cidade de Cajazeiras, que está sendo construído pelo governo do Estado, nas imediações da BR 230, vai ser denominado de monsenhor Luiz Gualberto de Andrade. O Projeto de Lei Nº 281/2015, de autoria do deputado Jeová Campos (PSB) foi aprovado na sessão desta terça-feira (08), por unanimidade. Agora segue para sanção do governador.

Essa singela homenagem é em respeito a memória de uma das pessoas mais importantes para a Educação da Paraíba”, disse Jeová ao defender aprovação do PL, lembrando que sem a ajuda e iniciativa do Monsenhor ele dificilmente teria conseguido cursar o nível superior, pois não tinha condições, àquela época, de custear uma universidade particular. “Eu fui um dos inúmeros beneficiados com a ação educadora do monsenhor Luiz Gualberto”, destacou Jeová fazendo um breve relato das ações do educador.

Monsenhor Luiz Gualberto era um educador incansável, nutria um sentimento de enfrentar desafios e teve uma grande e fundamental participação no processo de desenvolvimento educacional, econômico e social da cidade de Cajazeiras, patrocinado pela sua ação administrativa e visão profética. A implantação do Ensino Superior em Cajazeiras representa um dos mais importantes capítulos da história de Diocese daquela cidade, e teve como protagonista-mor Dom Zacarias Rolim de Moura, idealizador e criador da Fundação de Ensino Superior de Cajazeiras – FESC, com o apoio incondicional do Monsenhor Luiz Gualberto de Andrade”, relembrou Jeová.

Ainda segundo o parlamentar, foi através de sua luta pela implantação de uma unidade de ensino superior federal no sertão, que a Faculdade de Filosofia Ciências e letras (FAFIC), se tornou no ano de 1979, no primeiro Campus da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) do sertão paraibano, sendo o religioso, Monsenhor Luiz Gualberto de Andrade, o primeiro diretor do novo campus de ensino superior de Cajazeiras.

Não tenho dúvidas de que a semente da educação em Cajazeiras foi plantada em solo fértil e regada com amor, desvelo e responsabilidade, razão pela qual aquela cidade já está consagrada como polo de educação superior e Monsenhor Luiz Gualberto teve grande influência nessa trajetória”, afirmou Jeová.

Cajazeiras receberá em breve esta importante obra do governo da Paraíba, que é o condomínio fechado cidade madura, projetado de acordo com as necessidades específicas das pessoas da terceira idade, que beneficiará dezenas de pessoas daquela região sertaneja e entendemos que a presente homenagem ao Monsenhor Luiz Gualberto de Andrade, é justa e representa o reconhecimento deste Poder Legislativo Paraibano a um dos maiores lutadores pela educação e desenvolvimento do sertão paraibano”, finalizou Jeová.

Assessoria