.

.

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Farra: presidente da Câmara de Cabedelo é acusado de gastar R$ 60 mil em combustível em apenas um ano


De acordo com o Sagres (TCE-PB), no ano de 2015, a Câmara Municipal de Cabedelo, importante município da Região Metropolitana, gastou apenas no ano de 2015, mais de R$ 60 mil reais com combustíveis. A denuncia foi feita pelo vereador Josué Góes (PSDB) que estará protocolando nos próximos dias um requerimento para exigir que o presidente da Câmara, Lucas Santino (PMDB) explique os gastos com combustível.


“Este ano, até o mês de fevereiro, o montante dos gastos com combustíveis já ultrapassou os R$ 19 mil reais, pagos ao Credor Jaime T Moura, Razão Social de um dos Postos de Combustíveis localizado na BR 230, em Cabedelo”, denunciou o vereador Josué.

Conforme relatos do parlamentar,diversos questionamentos precisam ser respondidos por Lucas Santino.

“Precisamos saber quais automóveis foram abastecidos com tanto combustível? Haja vista que a população de Cabedelo não consegue identificar nenhum carro oficial da Câmara Municipal circulando pela cidade de forma identificada (com adesivo de “a serviço”) com a logomarca da Câmara ou algo que possa associar os veículos como pertencentes à Câmara de Cabedelo”, disparou.

Segundo o vereador Josué Góes, entre as irregularidades cometidas na atual gestão da Câmara Municipal, estariam serviços prestados que foram supostamente superfaturados. Os desvios iam desde a limpeza de caixas d´água, executados por mais de R$ 5 mil, até auxiliares de serviços gerais, que recebem salário maior que um secretário adjunto da Prefeitura de Cabedelo, e equivalente ao de um vereador do município.

A reportagem entrou em contato com o presidente da Câmara de Cabedelo para ouvi-lo sobre as denúncias, porém o seu celular estava desligado durante toda a tarde desta segunda-feira (2).



PB Agora
Foto: Krystine Carneiro