...

...

quinta-feira, 9 de março de 2017

Audiência Pública vai debater incentivo à instalação de fábricas no sertão da Paraíba para produção de confecção

Ação é o primeiro evento da Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da ALPB, após a recondução à presidência, do deputado Jeová Campos.
A recondução do deputado Jeová Campos (PSB) à presidência da Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente, da Assembleia Legislativa da Paraíba, que foi instalada na última quarta-feira (08), significa o reconhecimento da ALPB ao trabalho que foi realizado pelo parlamentar durante seu primeiro mandato (2006/2010), quando também dirigiu a Comissão e também nos dois primeiros anos da atual legislatura. E a primeira ação da Comissão com essa nova formação, que tem Renato Gadelha como vice-presidente, já tem data marcada para acontecer. Trata-se da Audiência Pública que acontece na próxima sexta-feira (10), em Cajazeiras, que vai contar com a participação do Secretário Executivo de Estado da Receita, Leonilson Lucena.

Segundo Jeová, o requerimento Nº 6.558, que propôs a realização da Audiência Pública através da Comissão, foi aprovado no dia 03 de fevereiro último. “Antes da Audiência Pública faremos uma visita técnica às fábricas de confecção de Cajazeiras. A ideia é reunir todos os envolvidos no segmento de vestuário da região, a exemplo de empresários, trabalhadores e lideranças políticas locais, para definir um caminho de apoio e incentivo a produção industrial do setor de vestuário”, destaca o parlamentar.

Segundo Jeová, toda aquela região, incluindo as cidade de Cajazeiras, Carrapateiras, Cachoeira dos Índios, Bom Jesus, São José de Piranhas, Monte Horebe tem uma atividade muito forte na comercialização de confecção produzida em estados vizinhos, principalmente, de Pernambuco, mas, lamentavelmente, a Paraíba apesar de seu grande potencial produtivo, se restringe hoje a ser um entreposto de revenda”, afirma o deputado.


Para ele, a ida do secretário da Receita Estadual será importante, já que a ideia é buscar um regime de tributação especial de ICMS para as unidades fabris, a fim de estimular e apoiar a atividade produtiva da confecção naquela região. “É preciso fazer um estudo técnico e criar um sistema diferenciado de apoio a indústria da confecção e essa visita técnica, seguida dos debates na audiência pública, tem o propósito de começar a formatar esse projeto de tornar a Paraíba um centro de produção têxtil”, disse Jeová, lembrando que paralelo a esse projeto, a Secretaria de Educação do Estado, através da Escola Técnica de Cajazeiras, já oferece cursos para formação de mão de obra para esse setor.       “A Paraíba precisa ser pensada a partir de suas potencialidades e a Comissão de Desenvolvimento tem esse viés e foco”, finalizou o parlamentar.

Ascom