.

.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

6º BPM realiza mais uma grande operação “Cidade Segura”, para minimizar criminalidade

Conforme orientação do Tenente-Coronel Cunha, novo Comandante do 6º BPM, realizou-se no último domingo (30/11/2014), para esta segunda (01/12) mais uma edição da “Operação Cidade Segura”. Desta feita, foram abordados (86), motocicletas (66), automóveis e, realizadas mais de (50) buscas pessoais em pedestres, recuperado um veículo furtado, realizada uma prisão por embriaguez ao volante e outra por violação de domicilio. A área de atuação se deu entre Cajazeiras e cidades circunvizinhas jurisdicionadas ao 6º Batalhão de Polícia Militar e teve à frente o Capitão Fernando (Supervisor-de-dia).

De acordo com o Oficial, no domingo pela manhã, pelas 09hs00, foi recuperado em Cajazeiras/PB, por uma guarnição de Radiopatrulha, um automóvel Gol, cor vermelha, placas: MOM-6028, que havia sido furtado pela 01hs30, à Rua Dom Mouzinho, Bairro da Esperança.

Ainda pela manhã, no Sítio Serragem, o condutor do veículo Peugeot, placas: JQD-2719 colidiu com a moto Titan, ano 1998, placa: AHU-5772 conduzia por Eliano Paulino de Sousa (28 anos, solteiro) e se evadiu. Após diligências, o suspeito foi encontrado: Gilson Oliveira de Sousa, que no momento apresentava visíveis sintomas de embriaguez alcoólica, foi reconhecido e conduzido à Delegacia, onde o teste de etilômetro comprovou o consumo de bebida alcoólica.

Outras ocorrências corriqueiras foram atendidas e solucionadas pela PM, com destaque para embriaguez e desordem, perturbação do sossego alheio, averiguação de atitudes suspeitas e violência doméstica, além do apoio prestado a outros órgãos e entidades.

De acordo com o Tenente-Coronel Cunha, novo comandante da Unidade, as blitzen, abordagens educativas e preventivas prosseguirão por tempo indeterminado, pois este atividade resulta em mais segurança para os cidadãos e garante-lhes o direito de ir vir com tranquilidade na cidade do Padre Rolim e região.


Nas fotos, momentos de abordagens em Cajazeiras, São João do Rio do Peixe e São José de Piranhas.


Assessoria