.

.

domingo, 5 de abril de 2015

Jovem comerciário foi assassinado a facadas e teve corpo queimado em Cajazeiras

Um crime de morte com requintes de crueldade foi registrado na noite do último sábado (04), na Rua São Sebastião em Cajazeiras. O jovem Roberto dos Santos Pereira, de 32 anos, foi morto com golpes de faca e teve seu corpo queimado. O crime ocorreu na sua própria residência, quando a vítima e acusado estariam bebendo.

Segundo relatos de testemunhas, por volta das 22hs00 - vizinhos escutaram gritos de socorro e fumaça vindos do interior da residência da vítima. De imediato, a polícia foi acionada e, ao chegar ao local se deparou com Roberto, esfaqueado e em chamas. A primeira ação dos policiais foi apagar o fogo enquanto uma equipe do SAMU chegava para socorrer o jovem até o Hospital Regional de Cajazeiras.

Mesmo agonizando, a vítima conseguiu falar o nome do acusado do bárbaro
(Roberto ao lado do colega de trabalho e acusado pelo crime)
crime. Segundo ele, o seu companheiro de trabalho de nome “Henrique de Amáncio” teria sido o autor da crueldade. Ambos trabalhavam numa madeireira de Cajazeiras.
A Polícia Militar e Civil fazem diligências – na tentativa de localizar e prender o acusado, que permanece foragido. Ao ser socorrido para o Hospital Regional de Cajazeiras, a vítima não resistiu e acabou falecendo ao receber os primeiros atendimentos médicos.

Roberto era um jovem aparentemente tranquilo e estava noivo. Residia na Rua São Sebastião desde criança. Sua mãe conhecida pelo apelido de “Dona Ninhinha” está morando em Mossoró/RN com o seu outro filho, Ricardo. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Patos para ser necropsiado.


Da redação

Com CZN