.

.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Sessão na Câmara de Cajazeiras foi tumultuada e terminou antes do tempo – Oposição deixou o plenário em protesto

A Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Cajazeiras, da última terça-feira (24), terminou antes do horário previsto, com a saída do plenário, dos vereadores da oposição, como uma forma de protesto na condução como o atual vice-presidente da Casa, vereador Marcos Barros, que presidia a sessão, estava conduzindo os trabalhos.

O tumulto começou quando o vereador “Neguim do Mondrian” pediu um aparte ao seu colega Jucinério Félix, que discursava sobre o abandono em que se encontra o distrito de Divinópolis e os problemas que a população da referida localidade vem suportando, para apresentar o áudio de um morador do distrito, que fazia referência as promessas do ex-prefeito Carlos Antonio e da prefeita Denise durante a campanha e que não foram cumpridas.

O vereador Marcos Barros não permitiu que o áudio fosse utilizado, mesmo com o questionamento dos vereadores de oposição de que não existe proibição no regulamento do Poder Legislativo para a sua utilização, lembrando, inclusive, de que na Câmara Federal um deputado usou, recentemente, o áudio de uma fala da Presidente da República.

Como Marcos foi intransigente no seu posicionamento, os vereadores "Neguim do Mondrian", Jucinério Félix e Marcos do Riacho do Meio deixaram o plenário, fazendo com que a sessão fosse encerrada antes do tempo. 


Fonte: Blog Adjamilton Pereira