.

.

terça-feira, 17 de março de 2015

Homem é morto após denunciar em rádio que estava sob ameaça

Edilson Carlos da Silva, 27 anos, foi assassinado na tarde da última segunda-feira (16), na cidade de Mamanguape, Litoral Norte Paraibano. O crime aconteceu no Bairro do Areal.

Na manhã de ontem, segunda (16), Edilson Carlos foi à Rádio Correio do Vale FM, em Mamanguape, dizer que estava sendo ameaçado de morte por uma mulher identificada pelo prenome de Mônica.  A vítima foi atingida com pelo menos três disparos de arma de fogo.

De acordo com o capitão Alberto Filho, da Companhia Independente de Polícia Militar, em Mamanguape, Edilson relatou, em entrevista à Correio do Vale, que  teria pego uma moto emprestada com a mulher apontada por ele e se envolveu em um acidente que danificou o veículo. O conserto custou algo em torno de R$ 500,00.

A mulher quis que Edilson arcasse com a despesa, mas o mesmo alegou que só poderia pagar quando pudesse. Revoltada, Mônica o ameaçou por várias vezes, sendo que a última foi no último domingo (15).

“Ela teria dito que ele não valeria nenhuma bala. E que iria arranjar pessoas para resolver a situação dele”, destacou o policial.

A mulher, que passa a ser a suspeita do crime, também foi a rádio se defender das acusações. Exaltada, ela chegou a agredir o homem com palavras de baixo calão.

De acordo com Alberto Filho, apesar dos relatos de ameaças, o homem não prestou queixa a Polícia Militar e a Polícia Civil.



Roberto Targino