.

.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Hospital Universitário Júlio Bandeira lança projeto para apresentar informações educativas a pacientes

Cajazeiras (PB) - O Hospital Universitário Júlio Bandeira (HUJB) e o Grupo de Pesquisa Laboratório de Tecnologias de Informação e Comunicação em Saúde (Latics), ambos vinculados à Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), desenvolveram uma parceria para elaboração de um documentário sobre “Acolhimento com Classificação de Risco”. A ação possui o papel de proporcionar conhecimentos para a população, sendo mais uma forma de transmitir informações educativas durante o tempo de espera pelo atendimento.
O vídeo conta com diversas visualizações e é acessado principalmente por estudantes e profissionais da área da saúde. Além do acesso pela internet, é diariamente exibido na recepção do Pronto Atendimento do hospital.
O tema Acolhimento com Classificação de Risco foi escolhido para esse documentário devido a sua relevância para o bom funcionamento da Rede de Atenção à Saúde. “É um dispositivo que possibilita a garantia do acesso correto aos serviços de saúde e o alcance do princípio da equidade, por meio da adoção de uma postura ética e de responsabilidade com o usuário”, destacou Mônica Paulino, superintendente do HUJB.
O vídeo foi totalmente planejado e produzido pelos docentes e estudantes do grupo de pesquisa de Graduação em Enfermagem, tendo o apoio e a participação dos gestores e dos profissionais do HUJB.
Sobre a Ebserh
Desde dezembro de 2015, o HUJB-UFCG é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação, que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.
O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.


Assessoria