.

.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Plenária do PT pede renúncia das direções, resgate de bases e rejeita PED

O deputado federal Luiz Couto coordenou na noite da última sexta-feira, 25, no auditório do Sinttel, no Centro de João Pessoa, uma plenária do movimento "Muda PT". Além do deputado estadual Anísio Maia, do vereador eleito de João Pessoa, Marcos Henriques e do suplente Renan Palmeira e da prefeita de Pombal, Polyana Dutra, cerca de 70 representantes dos agrupamentos internos do PT "Mensagem ao Partido", "Avante", "Articulação de Esquerda", "Militância Socialista" e "Grupo Anísio Maia" participaram do evento, que analisou o atual momento partidário e discutiu alternativas para resgatar a imagem da sigla, atacada durante o processo de impeachment e na Operação Lava Jato.

"O PT precisa mudar e com profundidade. Se isso não acontecer, muita gente pode deixar o partido. Teria que ter sido feita a reforma política e a democratização da Comunicação durante os governos petistas. Parodiando Gramsci, que dizia que o velho mundo agoniza; o novo mundo tarda a nascer, e, nesse claro-escuro, irrompem os monstros, eu diria que o velho PT agoniza e o novo PT está para nascer e, nesse claro-escuro, irrompem os monstros”, disse Couto.

Como decisões da discussão, destacam-se o entendimento de não participação no Processo de Eleições Diretas (PED) do partido, o pedido de renúncia das direções partidárias a luta para resgatar o PT das bases e dos encontros petistas. Uma comissão dos grupos que participaram da plenária de sexta se reuniu nesta segunda-feira, 28, para debater os pontos que serão defendidos pela delegação paraibana durante o Seminário Nacional do "Muda PT", a ser realizado nos dias 2 e 3 de dezembro, em Brasília.

Ascom do Dep. Luiz Couto