.

.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Carlito Gondim vence chapa adversária com ampla maioria de votos e presidirá ASIP/UFPB nos próximos quatro anos

“Os humildes, de mãos calejadas pelo trabalho, sempre obterão a vitória porque sua luta é honesta”, disse o atual presidente da Associação dos Inativos e Pensionistas da Universidade Federal da Paraíba (ASIP/UFPB) e candidato reeleito, Carlito Gondim, logo após sair o resultado da eleição, realizada na terça-feira (22). A Chapa 1 ‘A Luta Continua’, encabeçada por Gondim obteve 435 votos, contra 54 da chapa adversária. Além da escolha dos integrantes da Diretoria Executiva, os associados também elegeram os membros dos Conselhos Deliberativo e Fiscal que representarão a entidade no próximo quadriênio (2017/2021).

Durante a campanha para eleição da ASIP, Gondim foi duramente e injustamente criticado pela chapa adversária nas redes sociais, mas, não revidou aos ataques, preferindo manter a sua rotina de atendimentos aos associados e fazer uma campanha propositiva. “Fica a lição de que o embate leal e verdadeiro não deve fugir do campo da verdade. O caminho de denegrir a imagem e honra das pessoas, principalmente, de quem não merece, raramente encontra respaldo nos que são honestos. Fui humilhado, sem motivo, nem justificativa, não revidei, mas isso me magoou bastante, mas a resposta das urnas e a minha recondução à presidência da ASIP, com uma margem tão grande e expressiva de votos, é a minha melhor resposta. Vencemos. A ASIP se fortaleceu!”, disse Carlito Gondim logo após ser divulgado o resultado das apurações.

Em João Pessoa, a votação aconteceu nas sedes da Associação, na Avenida Epitácio Pessoa, e na subsede do Campus da UFPB, onde A Chapa 1 recebeu, respectivamente, 155 e 182 votos. A Chapa adversária contabilizou apenas 35 votos, na sede da Epitácio e 18 votos na urna que ficou na subsede da UFPB. Na urna que ficou na subsede de Areia, a Chapa 1 obteve 29 votos e a Chapa 2 apenas um voto. Na urna da subsede de Solânea, a Chapa vencedora teve 41 votos, enquanto a chapa adversária não contabilizou nenhum sufrágio. Nas urnas das subsedes de Campina Grande e Cajazeiras o resultado se repetiu, com a Chapa 2 não obtendo nenhum voto, enquanto que a de Gondim contabilizou quatro e 24 votos, respectivamente. O mapa de totalização dos votos apurados registrou ainda cinco votos em branco, um nulo e 18 votos em trânsito não apurados, totalizando 513 votos. A chapa derrotada era encabeçada por Fernando Serrano, um antigo colaborador de gestões passadas de Gondim.


Além de Carlito Gondim, foram eleitos para a nova Diretoria Executiva da ASIP, o primeiro vice-presidente da Chapa 1, Wilson Leal, e o segundo vice, Edmilson Lima.  “Estou muito feliz com minha vitória porque obtive um grande número de votos que demonstram o respeito dos associados e o reconhecimento do meu trabalho à frente da ASIP. Meus adversários foram muito cruéis, me difamavam nas redes sociais, coisa que nunca fiz e não merecia, mas, essa expressiva votação, que nos deu a vitória, com gente de quase cem anos fazendo questão de votar em mim, com associado que veio de outras cidades só para prestigiar a eleição, me dá ainda mais ânimo”, disse o presidente reeleito que em seu primeiro depoimento pós-eleição anunciou que uma de suas primeiras ações, no novo mandato, será formalizar um convênio odontológico para melhorar o atendimento nesta área para os associados.

Assessoria