.

.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Marcos Cavalcanti recebe comitivas de Cajazeiras e de São João do Rio do Peixe

O pagamento de valores atrasados a servidores públicos da cidade de Cajazeiras e a instalação de um terceiro cartório de notas no município de São João do Rio do Peixe foram os principais assuntos tratados na tarde da última terça-feira (8) entre o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba e o deputado estadual José Aldemir, que veio acompanhado de advogados e moradores da região.

Na ocasião, o deputado, que também foi eleito, recentemente, para conduzir a Prefeitura de Cajazeiras, informou que desde o ano de 2008, de vido à gestão municipal da época, há servidores com valores atrasados. “Uma ação judicial, inclusive, já julgou a questão e determinou o pagamento dessa quantia aos servidores. Estamos só aguardando o cumprimento dessa sentença”, afirmou o parlamentar.

A segunda demanda, que vem de São João do Rio do Peixe, requer a instalação de um terceiro cartório de notas no município, devido ao grande número de ações que tramitam nas unidades judiciárias da cidade. Para isso, o presidente do TJPB explicou que será necessário encaminhar o pedido para a Corregedoria, que vai analisar as condições para o desdobramento em mais uma unidade. “É um processo complexo, que depende também da autorização do Conselho Nacional de Justiça”, acrescentou o desembargador Marcos Cavalcanti.

Participaram da reunião o juiz auxiliar da Presidência, Carlos Neves da Franca, os advogados Júnior Bento e Jone Pereira, bem como o Secretário da Administração de Cajazeiras, recém-eleito para a próxima gestão, Thyago Macambira e os moradores de São João do Rio do Peixe, Francisca Dantas e Walter Muniz.



Marayane Ribeiro TJPB