.

.

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Militar do RN agride dona de casa e ameaça popular em Cajazeiras por motivo de política


Uma guarnição da Polícia Militar foi solicitado pelo COPOM do 6º BPM na tarde da última terça-feira (30), para uma ocorrência de crime de ameaça e lesão corporal, fato ocorrido no Conjunto Habitacional IPEP, na Zona Norte de Cajazeiras. Onde, segundo relatos de testemunhas, um policial militar que destaca no Rio Grande do Norte, mas que reside em Cajazeiras - teria agredido uma dona de casa e seu filho.

Ao chegar no local indicado, as vítimas identificadas como Joel Freire do Nascimento, o popular "Joel Santana" de 36 anos e, sua mãe, a dona de casa Maria de Fátima Freire do Nascimento, de 55 anos, teriam sofrido agressões físicas e verbais de um policial por nome de "Luiz", que exerce  sua função no Estado do Rio Grande do Norte.

As vítimas relataram à guarnição, que o suposto acusado, estaria de posse de um bastão de madeira e armado com uma pistola. O mesmo, teria procurado a residência das vítimas acima relacionadas e, após encontrar a casa, o policial passou a proferir  palavras de baixo calão, além de ameaçar Joel de morte.

A mãe vítima, a senhora  Maria de Fátima Freire do Nascimento, na tentativa de apaziguar os ânimos, teria sofrido uma agressão por parte do militar, que lesionou um dos dedos da dona de casa - como exposto na foto. 

Vizinhos desesperados com a cena, acionaram a Polícia Militar na tentativa de prender o agressor, que saiu rapidamente do local. As vítimas foram encaminhados para a Delegacia de Cajazeiras, e ao tomar ciência, o "CPU" do dia determinou que todos os fatos fossem apurados.

O Caso  foi registrado na Delegacia de Cajazeiras, e será enviado um comunicado para a polícia do Estado do Rio Grande do Norte, para os procedimentos cabíveis por se tratar de um militar.

O suposto acusado se apresentou na delegacia, acompanhado de sua esposa que é advogada e segundo informações, ele teria negado os acontecimentos. Mas segundo testemunhas presentes na própria delegacia, o policial havia feito novas ameaças de morte ao popular Joel Santana. As agressões sofridas pela família teria motivação de cunho político.


Blog do Ângelo Lima