.

.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Denúncia que motivou a exoneração do diretor do Presídio Regional de Cajazeiras vincula desvios ao PSB de Cajazeiras e Sousa

A divulgação de uma carta aberta, de responsabilidade da EGEPEN – Escola de Gestão Penitenciária da Paraíba, com denúncias de graves irregularidades na gestão do Presídio Regional de Cajazeiras e a imediata exoneração do diretor da referida unidade, Jailson Matos, que além de bem relacionado na cidade, tinha o conceito de um bom administrador, obteve ampla repercussão na imprensa radiofônica do sertão, principalmente pelo agravamento das denúncias, ao fazer vinculação de que os desvios de recursos oriundos do pagamento de funcionários fantasmas estariam sendo revertidos para ajudar o PSB de Cajazeiras e Sousa.
Com a ampla repercussão na imprensa, o presidente do PSB de Cajazeiras, Rivelino Martins, foi pessoalmente até a Rádio Arapuan FM para prestar esclarecimentos e se disse surpreso com a denúncia, que reputou como gravíssima, mas negou qualquer envolvimento direto seu ou do PSB local de conluio com a direção do presídio, mas especificamente sobre a denúncia de que a legenda do governador estaria se beneficiando do esquema montado no presídio regional de Cajazeiras – “Vou tomar as providências necessárias para esclarecer essa questão”, disse Rivelino.
No caso de Cajazeiras o caso tomou uma dimensão maior, pois a prefeita da cidade é do PSB e o presidente do partido, Rivelino Martins, tem ligação estreita com o governador Ricardo Coutinho.