.

.

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Deca define data de posse no Senado e prevê missão difícil ao substituir Cássio

O suplente de senador Deca do Atacadão (PSDB) deve anunciar a data para assumir a vaga ocupada pelo paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB) já na próxima semana. Em entrevista, na manhã desta sexta-feira (02), o empresário cajazeirense afirmou que esteve esta semana no Senado, para resolver questões burocráticas na secretária da Casa, mas não conseguiu devido à votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Por isso vai retornar na próxima segunda-feira (05) tentar deliberar sobre a posse, que deve ocorrer a partir da terça-feira (06).
Estive em Brasília de segunda à quinta, mas por causa do impeachment estava muito tumultuado. Participei dos três dias de julgamento e por isso tive pouco tempo para resolver os problemas na secretária do Senado, então ficou para segunda-feira. Na terça já teremos a data para assumir, que ainda não foi definida”, declarou.
Deca disse que vê com grande responsabilidade a missão de substituir o Cássio, que vai se licenciar do Senado para participar da campanha no estado e se submeter a um procedimento cirúrgico.
Não vou assumir apenas a vaga de um senador, mas sim que trabalhou por dois anos como líder do PSDB, que se destacou perante a esse período do impeachment. Não vai ser fácil, mas acredito que com a experiência que tenho na área empresarial, espero dar continuidade no trabalho de Cássio”, enfatizou.
Questionado de como será a relação com o governo do presidente Michel Temer (PMDB), o empresário foi enfático e declarou que está disposto a ajudar ao peemedebista.
A relação tem que ser boa, até porque chegou o momento do Brasil resolver os problemas da nação. O Brasil vai passar por uma transformação, vai ser um novo Brasil. Por isso, a relação não só de Deca, mas do PSDB vai ser em prol do país, para que possamos enfrentar esse grande problema, que é uma crise econômica violenta”, concluiu.
Wallison Bezerra – MaisPB