.

.

domingo, 30 de outubro de 2011

“Carlos Antonio comprou o PPS por dez dinheiros e trinta moedas” afirmou Adjamilton Pereira em entrevista

Âncora do programa “Boca Quente” 2ª edição, Adjamilton Pereira participou como entrevistado na manhã desse sábado (29), do programa “Na Boca do Povo” e trouxe assuntos ainda, não revelados publicamente sobre seu rompimento com o ex-prefeito Carlos Antônio.
 
Sobre os boatos que sua esposa Raelza Borges poderá migrar para o grupo do ex-prefeito e está filiada no PPS, Adjamilton esclareceu que Raelza não é candidata a cargo algum e por isso pode se desvincular a qualquer momento do PPS; “Para onde eu for Raelza e toda a família vai fora isso é politicagem“, frisou.

Traição: “Carlos Antonio me deixou de mãos atadas, quando me manteve no seu partido à época o DEM e permaneceu assim até o período que fez o anuncio do nome do seu candidato tirado do bolso do palito e, ainda tem gente falando que quem traiu fui eu. O PPS foi negociado e vendido por Cássio Rogério – Carlos Antonio pagou dez dinheiros e trinta moedas [expressão usada pelo radialista para dizer que foram R$ 20.000,00] a adesão do então pré-candidato a prefeito Cássio Rogério, que assumiu uma secretaria no governo de Carlos.

Adjamilton informou ainda, que apoiará o prefeito Carlos Rafael numa concessão de alianças com o seu partido o PMDB e demais partidos que se coligarão para a vitória de Rafael em 2012. “Não costumo atropelar companheiros para alcançar os meus objetivos, prefiro ser injustiçado que cometer injustiças, as minhas raivas passam rápido não guardo magoas por muito tempo não”. Finalizou.

Da redação