.

.

domingo, 21 de maio de 2017

Familiares e correligionários da ex-prefeita de Cajazeiras aparecem na lista de Servidores Codificados do HRC com os maiores salários

Divulgada esta semana a lista de Servidores Codificados do Estado, na ocasião é possível observar os nomes desses servidores lotados no Hospital Regional de Cajazeiras e, pasmem, são (364) servidores com despesas de R$ 1.337.572,00. Figurando na referida lista, familiares, amigos e correligionários da ex-prefeita de Cajazeiras.

A promoção da transparência e o acesso à informação deveriam ser as principais medidas a serem implantadas por governos comprometidos com o combate à corrupção, que deve ser realizado de forma sistemática, efetiva e determinante. Atualmente, de acordo com a Controladoria Geral da União, a PARAÍBA É O QUARTO PIOR ESTADO BRASILEIRO no ranking da transparência pública. 
Infelizmente, o Governo do Estado dificulta o acesso da população e dos órgãos de controle aos números do executivo. Há anos, por exemplo, uma pergunta feita por todos e nunca respondida: Servidores Codificados, quem são quanto ganham e o que fazem? 

Estimulado pelo deputado estadual, líder do governo na Assembleia Legislativa, Hervázio Bezerra (PSB), o blog acesso à relaçao dos servidores codificados, chamados assim porque não são concursados, nem comissionados e não assinaram nenhum tipo de contrato, mas exercem várias funções, são pagos e estão lotados em grande maioria na Secretaria de Saúde do Estado, espalhados nos mais diversos municípios da Paraíba.

Os dados disponibilizados pelo Tribunal de Contas do Estado ao Sindifisco-PB revelam números alarmantes a respeito dos servidores codificados do Governo do Estado. Até novembro de 2015, informação mais recente disponibilizada pelo TCE, exatos 8587 servidores codificados custavam mensalmente aos cofres públicos quase R$ 24 milhões. Os recordistas em contratações são o Hospital de Trauma de Campina Grande (740 codificados), Complexo de Pediatria Arlinda Marques, em João Pessoa (490 codificados), Hospital e Maternidade Santa Filomena, em Monteiro (478 codificados), Hospital Edson Ramalho, em João Pessoa (451 codificados), além do Hospital Regional Deputado Janduhy Carneiro (404 codificados) e Hospital Infantil Doutor Noaldo Leite (312 codificados), ambos localizados no município de Patos. 

São exatos 8585 servidores codificados que juntos custam aos cofres do Estado exator R$ 23.855.133,07. Do total, 128 recebem salários de até R$ 23,5 mil, outros 108 recebem salários de até R$ 20 mil, e mais 189 codificados com salários de até R$ 15 mil. 

Lotados no Hospital Regional de Cajazeiras, são (364) Servidores Codificados, estes, recebem com os seus CPF's, sem contratos, ou outros instrumentos legais. O público nem sequer sabe, quem são e se executam suas atividades de fato. As despesas geram em torno de R$ 1.337.572,00 (um milhão, trezentos e trinta e sete mil, quinhentos e setenta e dois reais) mensais. É possível observar que familiares da ex-prefeita Denise Albuquerque - juntos, recebem os maiores salários, além dos correligionários que ficaram "desamparados" politicamente. Para conferir, busque da página (38 a 44).


Clique AQUI e confira a lista completa.


Da redação com Paraíba Rádio Blog